Educação inaugura nova creche no Inocoop

Unidade de ensino infantil tem capacidade para atender 104 crianças de zero a três anos

452
Nova creche-escola tem mais de 400 metros quadrados de área construída (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Siltec
Da reportagem

A Secretaria Municipal Educação promove neste sábado, 7, às 10h, a cerimônia de inauguração da nova creche-escola do bairro Inocoop (Conjunto Habitacional “Amaro Padilha”), que terá o nome de “Sérgio Iazzetti Martins Proença”, de acordo com a lei 5.163/2017.

Conforme o secretário municipal da Educação, Miguel Lopes Cardoso Junior, a nova creche foi projetada para atender a mais de cem crianças entre zero e três anos de idade, visando reduzir a fila de espera por vagas nas creches.

O novo prédio tem 447,15 metros quadrados e fica na rua Assumpção Ribeiro, 201, em um terreno de 2.042,41 metros quadrados, ao lado de onde já funciona uma pré-escola do bairro, com área construída de 248,90 metros quadrados.

A unidade conta com dois berçários, lactário, sala multiuso, fraldário, sanitários, duas salas de maternal, duas salas de aula para pré-escola, parque descoberto, diretoria, refeitório, copa para funcionários, cozinha e lavanderia.

Ao todo, 24 servidores municipais trabalharão na unidade escolar. Conforme Cardoso, as aulas da unidade devem começar no primeiro semestre letivo de 2020. O investimento na obra é de cerca de R$ 1,1 milhão.

Publicidade
Siltec

A creche do Inocoop será a segunda unidade escolar inaugurada neste ano. No sábado passado, 30 de novembro, a prefeitura realizou a cerimônia de inauguração da Escola Municipal de Educação Infantil “Professora Luci Santos de Campos Camargo”, no Jardim Santa Emília.

Segundo o secretário da Educação, as aulas nessa unidade também começarão no próximo semestre letivo, ofertando 136 novas vagas, sendo 48 destinadas a crianças de quatro meses a três anos de idade.

O prédio da Emei “Luci” tem 813,46 metros quadrados de área construída e 2.302,46 metros quadrados de área total. O investimento na obra é de cerca de R$ 1,6 milhão e por volta de 30 servidores municipais trabalharão na unidade.

Na creche do Jardim Santa Emília serão atendidas crianças do berçário I (quatro meses a um ano), berçário II (um a dois anos), maternal I (dois a três anos), maternal II (três anos) e pré-escola (quatro e cinco anos).

Segundo a prefeita, a creche do bairro Santa Cruz, por sua vez, será entregue no primeiro trimestre de 2020. O investimento é de R$ 1.231.435,21. A construção tem 890 metros quadrados, devendo gerar outras 120 vagas.

Na sequência, a previsão é de conclusão da creche do Residencial Astória, que também funcionará como pré-escola e escola municipal, para atender às crianças do bairro e adjacências, em investimento de R$ 2,1 milhões.

A obra substituirá o prédio chamado “Escola de Lata” por um de alvenaria. Com a nova unidade, a secretaria poderá começar a atender desde a creche até o aluno do quinto ano do ensino fundamental.

Também para 2020, há previsão de conclusão de uma pré-escola para atender mais de 350 alunos, de zero a cinco anos, no loteamento Residencial Vida Nova Tatuí, o bairro Pacaembu. A unidade escolar começou a ser construída em fevereiro deste ano e contará com 1.462 metros quadrados.

Ainda de acordo com Cardoso, com a construção das quatro escolas, serão ampliadas em pelo menos 600 as vagas para o ensino infantil, que, somadas às 350 na nova escola do bairro Tanquinho, totalizarão 950 novas matrículas para o próximo semestre letivo.

Homenageado

Sérgio Iazzetti Martins Proença nasceu em Tatuí, no dia 8 de maio de 1996, filho do casal Oridio Martins Proença e Ana Valéria Iazzetti Martins Proença. O bisavô de Proença, Deócles Vieira de Camargo, foi prefeito de Tatuí entre 1935 e 1936, e o avô, Miguel Iazzetti, vereador, em 1967.

“Desde que nasceu, Proença morou no Conjunto Habitacional “Amaro Padilha”, situado no bairro Inocoop, na rua Assumpção Ribeiro, 246, e constantemente dizia amar o bairro e que dali só sairia morto”, informa a assessoria de comunicação da prefeitura.

Estudou no Lar Donato Flores, onde cursou a pré-escola. Depois, concluiu o segundo grau, no ano de 2013, na escola estadual “Professor Deócles Vieira de Camargo”.

“Sempre foi um menino muito feliz, inteligente e comportado. Teve muitos amigos e sempre ajudou nas festas do bairro, sendo a festa do Natal a mais esperada, organizada junto com os amigos do bairro, para todas as crianças”, completa a prefeitura.

Faleceu em 25 de abril de 2015, vítima de um tipo raro de câncer, na membrana que reveste a parte interna da cavidade abdominal e recobre órgãos como o estômago e os intestinos, reto, bexiga e útero.

Publicidade
Siltec