Dupla é presa acusada de gerenciar o tráfico de drogas na vila Angélica

Ação da PM apreende mais de 400 porções de cocaína em casa do bairro

604
Drogas são encontradas com auxílio do cão “Blade” (foto: divulgação PM)
Publicidade
Da redação

Duas pessoas acusadas de gerenciar o tráfico de drogas foram presas na tarde de quarta-feira, 4, na vila Angélica. Durante ação da Polícia Militar, foram apreendidas mais de 400 porções de cocaína, além de anotações referentes ao tráfico, dinheiro, celulares, pinos e embalagens vazias.

De acordo com a PM, por volta das 18h, uma equipe recebeu denúncia de que um homem estaria vendendo drogas em uma casa da rua Isaltino de Campos Vieirae realizou buscas no endereço indicado.

O suspeito foi encontrado perto no imóvel e, em revista pessoal, nada ilícito foi localizado. Contudo, segundo a equipe militar, o homem admitiu o tráfico e informou que havia drogas na casa dele.

No imóvel, com auxílio do cão “Blade”, os agentes apreenderam uma sacola com 31 “kits” de cocaína (totalizando 439 porções), um papelote da mesma droga, 63 pinos vazios, embalagens plásticas, contabilidade, R$37 em dinheiro, um pote de fermento em pó, dois celulares Samsung, um rolo de plástico filme e um pacote com “sacoles”.

Ainda conforme a PM, o acusado informou ser o “gerente” do tráfico e que recebera as drogas de uma mulher que seria a “patroa” dele. Em seguida, os agentes foram até a casa dela e encontraram a suspeita.

Publicidade

Durante a abordagem, a mulher também teria confessado o envolvimento com drogas, alegando que recebia ameaças para continuar com a distribuição do entorpecente.

Segundo o boletim de ocorrência, a acusada ainda disse que usava o dinheiro do tráfico para pagar dívidas relacionadas à custódia do marido, que estaria preso.

Os acusados, Giovani de Arruda Silveira, 23, e Ana Paula Oliveira Domingues, 29, foram encaminhados à Delegacia Central, onde permaneceram à disposição da Justiça. Eles foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Publicidade