Dois suspeitos de contrabando são pegos com 22 mil cigarros

313
Publicidade
Da redação

Dois homens, de 36 e 35 anos, foram presos, na tarde de sexta, 20, acusados de contrabandear cigarros no Jardim Rosa Garcia 2. Durante a ação, a Polícia Civil recolheu, em uma mercearia e em uma residência, 22.520 unidades de cigarros e R$ 2.217 em dinheiro.

De acordo com a PC, após investigação prévia sobre a venda de cigarros proibidos no país, uma equipe fez campana na rua Antônio Orlando Salmasi e avistou o homem, de 36 anos, conduzindo um carro Citroen, modelo C3, desembarcando e descarregando algumas caixas com pacotes de cigarros.

Conforme o boletim de ocorrência, o homem foi abordado e os agentes constataram que os produtos eram cigarros de venda proibida no Brasil. No local, onde fica uma mercearia, a PC verificou que a mercadoria descarregada pertencia ao proprietário.

Segundo o boletim, os agentes estiveram na residência do condutor do veículo que entregara os cigarros e encontraram mais pacotes dos mesmos produtos.

Ao todo, eles localizaram 56 pacotes e unidades avulsas da marca Eigth, somando 11.720 cigarros, e 54 pacotes da Mighty, com 10,8 mil unidades.

Publicidade

O entregador dos cigarros, identificado como Danilo Fernando Leme, e o dono da mercearia, José Roberto de Lima, foram conduzidos ao plantão policial.

Eles receberam voz de prisão, em flagrante, sem possibilidade de fiança. Os produtos contrabandeados e o veículo foram apreendidos.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome