Dia das Mães deve aquecer vendas do comércio local, aponta consultor

Sebrae-SP dá dicas para aumentar faturamento e fidelizar o consumidor

73
Consultor do Sebrae Sandro Luis Ressio (foto: arquivo pessoal)
Publicidade
Siltec
Da reportagem

O Dia das Mães é considerado a segunda data mais importante para o comércio, só perdendo para o Natal em volume de vendas, e deve aquecer o faturamento das empresas e do comércio local, conforme aponta o especialista em finanças Sandro Luis Ressio, consultor do Sebrae-SP.

A O Progresso, Ressio observou que a expectativa é de “melhora em todos os setores do comércio”. Contudo, diz, é necessário estar preparado para aproveitar o potencial da data comemorativa.

Conforme o consultor, para se destacar diante da concorrência e aumentar as vendas nas semanas que antecedem à comemoração, é importante que os proprietários estejam atentos a todos os detalhes, desde a promoção de ofertas até a qualidade do atendimento.

“A principal dica é entender o cliente e estar preparado. Alguns lojistas só focam em aumentar as vendas, contudo, se esquecem de que, para isso, é preciso entender a necessidade do cliente. Ter empatia faz muita diferença, é preciso se colocar no lugar do outro. A partir daí, o resultado é o aumento das vendas”, argumenta.

Para o consultor, a parte mais importante é preparar a equipe de venda. Como o fluxo nas lojas costuma crescer nesse período do ano, é importante treinar os atendentes para lidar com o aumento potencial de clientes.

Publicidade
Siltec

Ressio orienta que uma boa opção é capacitar os funcionários para que utilizem uma abordagem que auxilie o consumidor na tomada de decisão, facilitando o momento de compra.

“Tem muita gente que define o que vai comprar na última semana e outros que chegam à loja ainda despreparados. Por isso, é necessário entender quem é o cliente que o vendedor vai atender. Saber dos gostos da pessoa e o que ela precisa. Isso vai fazer a diferença”, frisa o consultor.

Para incrementar as vendas sem aumentar os custos de divulgação, Ressio aponta que uma alternativa é produzir kits divididos por grupo de produtos ou serviços, por faixa de preço e de acordo com os diferentes perfis de mães.

“A loja já pode montar uma cesta com uma embalagem bonita, colocar um cartão legal e mais produtos. A pessoa, muitas vezes, vai só para comprar um perfume e acaba saindo com um kit. Também é importante caprichar na embalagem, faz toda a diferença”, reforça.

Ressio ainda assegura que oferecer opções de vale-presente é uma alternativa para o aumento do faturamento e pode facilitar o trabalho de quem precisa escolher um produto mas não tem ideia do que comprar.

“Muitas vezes, na pressa ou diante da dificuldade de fazer uma escolha, o vale-presente é a solução mais fácil e que também acaba atraindo mais pessoas para a loja”, observa.

De acordo com o consultor, outra estratégia que pode ser adotada para a data é observar o fluxo dos clientes e, se necessário, estender o horário de funcionamento do estabelecimento. Para o consultor, essa ação pode fidelizar os clientes já existentes e possibilitar o atendimento de uma nova clientela.

“É interessante acertar isso legalmente com o sindicato da categoria e aumentar o período de atendimento. Tem pessoas que não conseguem ir à loja durante o horário comercial e, se o cliente encontra o comércio fechado, ele vai para um shopping. Com isso, as lojas de rua perdem a chance”, acentua.

Segundo Ressio, o planejamento também é importante e pode contribuir para a fidelização de novos clientes que irão voltar à loja em outras ocasiões, além de impulsionar as vendas do período. “A loja tem que vender o ano inteiro, não só em uma época do ano”, reitera.

Outra tática que pode aumentar as vendas, conforme o consultor, é aproveitar o movimento do período do Dia das Mães para realizar cadastro dos consumidores com detalhes sobre datas importantes e o perfil deles.

“Saber das datas importantes e manter um cadastro atualizado pode ajudar o lojista. Por exemplo, em um aniversário de casamento, o vendedor pode fazer um contato dias antes e sugerir algum presente”, argumenta.

O consultor também recomenda que os lojistas usem as redes sociais para convidar as pessoas a visitarem a loja, não só nas datas comemorativas, mas durante o ano. Para ele, as postagens são uma alternativa rápida e dirigida para comunicar ações promocionais e a chegada de novos produtos.

“As postagens fazem com que a loja seja lembrada e também é uma forma de atrair a pessoa até lá – que é a parte mais difícil do atendimento. O cliente foi, teve um atendimento bom, os produtos são bons e as condições são boas, a venda é extremamente facilitada”, conclui.

Publicidade
Siltec

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome