Devoluções de verba do Legislativo ao Executivo atingem R$ 1,8 milhão

Valor soma quatro entregas efetuadas pela Câmara Municipal em 2019

290
Valores de R$ 342.891,36 e de R$ 51.333,99 foram entregues no penúltimo dia do ano (foto: divulgação)
Publicidade
Siltec
Da redação

O Poder Legislativo economizou e devolveu a quantia de R$ 1.804.225,34 ao Executivo em 2019. O montante soma quatro entregas efetuadas nos últimos três meses, as quais devem ser direcionadas a diversas áreas do município.

As duas últimas devoluções, nos valores de R$ 342.891,35 e R$ 51.333,99, aconteceram na última segunda-feira de dezembro, 30. O presidente da Câmara Municipal, Antônio Marcos de Abreu (PL) esteve no gabinete da prefeita Maria José Vieira de Camargo e fez a entrega simbólica ao vice-prefeito Luiz Paulo Ribeiro da Silva.

Aproximadamente, R$ 250 mil desse montante possibilitará a revitalização da praça João Cassemiro e obras de recapeamento e tapa-buracos em ruas próximas ao espaço, localizado no Jardim Andrea Ville.

Cerca de R$ 50 mil deverão ser usados para a compra de um veículo ao Departamento Municipal de Mobilidade Urbana, da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Mobilidade Urbana.

O valor restante ainda permitirá que uma van seja adquirida à assistência farmacêutica, responsável pela busca e distribuição de remédios de alto custo em Tatuí.

Publicidade
Siltec

No dia 11 de dezembro, a Câmara havia devolvido R$ 1,2 milhão à prefeitura, a ser utilizado para o pagamento integral do 13o salário dos funcionários da Santa Casa de Misericórdia e para melhorias junto à Guarda Civil Municipal.

A Santa Casa recebeu R$ 1 milhão para o pagamento do 13º de mais de 250 funcionários. Desse montante, deverá sobrar cerca de R$ 300 mil, a serem utilizados na quitação de encargos tributários e junto a fornecedores do hospital, além da compra de medicamentos.

Já a GCM teve direito a R$ 200 mil. O dinheiro será destinado à compra de armamentos, munições e fardamento. Os guardas serão equipados com 30 modelos “ponto 40” e as munições, utilizadas para treinamento e manuseio de arma de fogo.

Na semana anterior, Abreu anunciou que R$ 110 mil haviam sido economizados para ser utilizados na transferência da base do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e para a compra de brinquedos adaptados, a serem instalados em playgrounds, para benefício de crianças com deficiência.

O Samu deixará a atual base, situada na rua 15 de Novembro, 1.369, centro, para se estabelecer na rua Prefeito Alberto dos Santos, 285, na vila Doutor Laurindo, na antiga sede da frota da Secretaria Municipal de Saúde. O montante de R$ 70 mil servirá para fazer as adaptações necessárias no prédio, antes da transferência.

O restante do recurso, em torno de R$ 40 mil, será utilizado na compra de brinquedos adaptados, a serem instalados nos playgrounds da avenida João Clímaco, a Avenida das Mangueiras, e na praça Ayrton Senna.

Anteriormente, em outubro, a Câmara Municipal devolveu R$ 100 mil para a compra de materiais e ferramentas ao setor do departamento que faz manutenção em cadeiras de rodas, macas e camas hospitalares, chamado “Banco da Cadeira de Rodas”.

Conforme o vereador Rodnei Rocha (PTB), ao abrir mão de nomear uma segunda assessora ao gabinete dele, R$ 94 mil foram devolvidos ao Executivo.

Ele informa que solicitou que o valor fosse destinado ao Departamento Municipal da Pessoa com Deficiência, da Secretaria Municipal de Saúde. Posteriormente, foi feito chamamento de todas as crianças que estavam na fila para próteses, órteses e cadeiras de rodas.

Abreu e o diretor-geral administrativo da Câmara, Adilson Fernando dos Santos informam ter atuado para que a Casa de Leis contribuísse com R$ 6.000 como complemento à quantia necessária para a compra de próteses, órteses e cadeiras de rodas para crianças.

Publicidade
Siltec