Dermatite atópica

402
Publicidade
Dr. Jorge Sidnei Rodrigues da Costa – Cremesp´34.708 *

O que é?

Dermatite atópica (ou eczema atópico) é um processo inflamatório crônico da pele caracterizado por lesões avermelhadas, que coçam muito e, às vezes, descamam. Geralmente, elas se localizam na face das crianças pequenas e nas dobras do joelho e dobras do cotovelo das crianças maiores e dos adultos.T

A dermatite atópica pode estar associada a outras atopias, como bronquite, asma e rinite, por exemplo. Aliás, a dermatite atópica pode ser o primeiro evento de uma criança alérgica, que pode começar no primeiro ano de vida e evoluir para rinite no segundo ou terceiro anos de vida e depois para asma brônquica. Isso se convencionou chamar de marcha alérgica.

Por que ocorre?

Ainda não se conhecem as possíveis causas da dermatite atópica, mas há evidências de que predisposição genética e histórico familiar de atopias influenciam o aparecimento da enfermidade.

Publicidade

Sabe-se, também, que alguns fatores de risco funcionam como gatilho das crises. Entre eles, destacam-se: substâncias irritantes (poeira domiciliar, conservantes, produtos de limpeza e usados na lavagem das roupas), tecidos de lã e sintéticos, frio intenso, ambientes secos, calor e transpiração, estresse emocional e ingestão de leite de vaca e derivados.

Tratamento

Caso se faça necessário e a critério do médico que acompanha o caso, podem ser indicados os seguintes medicamentos: corticóides de uso tópico, imunossupressores e anti-histamínicos. Antibióticos só devem ser utilizados quando houver infecção bacteriana.

Orientações para cuidado diário

  • Hidratante

Utilize opção sem perfume, própria para pele seca e sensível, conforme indicado em sua consulta médica pediátrica.

Aplique duas vezes ao dia, sendo uma delas após o banho, sempre nos três primeiros minutos após o banho.

O hidratante deve ser utilizado mesmo quando a doença estiver sob controle, porque a pele costuma ficar bastante ressecada e descamativa.

  • Banho

De preferência, uma vez ao dia. Usar sempre, de preferência com a água morna.

Deve ser rápido (aproximadamente, cinco minutos), com água morna e sem utilizar esponjas e similares.

Use sabonete sem perfume ou corante, hipoalergênico, em pequena quantidade.

Use xampu suave e adequado para a idade, para higienizar os cabelos.

Após o banho, seque a pele suavemente e aplique hidratante, com o cuidado de ser aplicado nos primeiros minutos após o banho, para melhor absorção do hidratante.

  • Roupas

Prefira roupas leves, confortáveis e de tecidos naturais, como algodão.

Evite roupas de tecidos potencialmente irritantes, como lã e tecidos sintéticos.

Para lavagem das roupas, utilize, preferencialmente, sabão neutro ou de côco.

Evite o uso de amaciantes ou outros produtos na lavagem das roupas.

  • Alimentação

Não faça dietas restritivas sem que haja orientação do seu médico.

Alimente-se e ingira líquidos de forma saudável, evitar produtos industrializados que contêm em geral vários aditivos alimentares, como conservantes e corantes, por exemplo.

  • Gerais

Mantenha as unhas curtas. Evitar coçar a pele com as unhas.

Atenção com a higiene ambiental.

Não utilize medicamentações sem orientações e acompanhamentos médicos (pediatra e dermatologista).

É preciso acompanhar rotineiramente a criança até o início da adolescência, para principalmente se evitar a chamada marcha alérgica, ou seja, evoluir para rinite e/ou asma brônquica.

Fontes: https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/dermatite-atopica; arquivos do autor; folheto explicativo para os pais sobre dermatite atópica do Laboratório Libbs, com suas respectivas bibliografias

* Médico especialista em pediatria pela AMB (Associação Médica Brasileira) e SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) e membro da Asbai (Associação Brasileira de Alergia e Imunologia); diretor clínico da Alergoclin Cevac – Clínica de Vacinação Humana.

Publicidade