De verdade, o que é ser honesto?

65
Publicidade
RAUL VALLERINE

A prioridade é sermos honestos conosco. Nunca poderemos ter um impacto na sociedade se não nos mudarmos primeiro. Os grandes pacificadores são toda gente de grande integridade e honestidade, mas, também, de humildade.

Nelson Mandela

Com o crescimento da humanidade e outras áreas da atualidade se tornando importantes como a economia e a inovação tecnológica, as pessoas estão esquecendo valores simples, porém importantes como a honestidade.

O que parece é que se esqueceu de agir com honestidade, são coagidos por acontecimentos rotineiros e tem medo da tal qualidade.

Participar ocasionalmente de ações desonestas parece não ter muita importância atualmente.

Entretanto, a verdade é que o indivíduo desonesto está escondendo coisas, não só de si mesmo, mas dos outros também, e essas coisas não podem se manter escondidas por si mesmas.

Publicidade

O efeito dominó do comportamento desonesto pode ser percebido quando consideramos como que uma pequena mentira pode causar que um indivíduo tenha que se lembrar de uma realidade alternativa.

Se em alguma ocasião, aquela mentira corresse o risco de ser exposto, o mentiroso se sentiria impelido a evitar isso com outra mentira.

E este padrão continua indefinitivamente, pois o indivíduo sofre para manter suas próprias mentiras, se enrolando cada vez mais no seu rodamoinho de desonestidade.

Outro comportamento desonesto, como tomar algo para si que não lhe pertence, pode também se tornar uma fonte persistente de problemas para o indivíduo, porque ele fica constantemente preocupado se será descoberto e pego.

Isso pode fazer com que se sinta insatisfeito e até ameaçado por outras pessoas a seu redor, e assim, ele se afasta dos demais.

Uma pessoa desonesta pode pensar que está cortando caminho na vida para atingir suas metas desejadas.

Por incrível que pareça, entretanto, mesmo que o comportamento desonesto possa levá-la às suas metas, ela raramente desfruta destas realizações porque está completamente focada em como chegou até lá e preocupada com a possibilidade de ser descoberta.

Apesar de quase sempre estar ligada a questões financeiras, a honestidade vai, além disso. Pequenas corrupções do dia-a-dia podem ser corrigidas por essa valiosa qualidade.

É importante agir com honestidade no trabalho, sem puxar o tapete de ninguém, inventar mentiras, e sim reprimir atos como esses para que o ambiente seja agradável e respeitoso.

No trânsito também precisamos respeitar as vagas destinadas a deficientes e idosos, mesmo que seja “só cinco minutos para ir ali”, atravessar na faixa independente das ações de outras pessoas.

E por outro lado, o indivíduo que é honesto pode achar que sua vida está cheia de desafios e problemas difíceis que podem ser muito desconfortáveis de enfrentar e vencer, mas são muito mais recompensadores quando forem superados.

Afinal, não há dúvidas que enorme felicidade pode ser atingida quando uma pessoa reconhece suas dificuldades e as resolve com sucesso.

Acima de tudo, essas atitudes devem começar em casa, sendo honesto com nossa família, respeitando e ensinando nossos filhos a fazerem o mesmo, independente de qualquer julgamento das pessoas de fora.

Afinal, não podemos reclamar dos políticos do nosso país e achar que eles precisam agir com honestidade e resolver a situação, quando nós mesmos não somos honestos nas menores causas.

Podemos reconhecer que honestidade pode significar trabalho duro, mas é verdadeiramente a melhor política para ter uma vida muito satisfatória. O fato é que a honestidade pode levar uma pessoa a uma vida feliz, e quem é feliz obtém mais sucesso na vida.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome