Covid-19 sobe 40% em 3 dias, aponta VE

Notificações da doença chegam a 80; 11 casos são descartados e sete, confirmados

675
Publicidade
Da reportagem

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, informou na tarde de sexta-feira, 3, terem sido registrados quatro novos casos suspeitos de Covid-19 em Tatuí. Com isso, o número de notificações pela doença chegou a 80.

Conforme o órgão, os novos casos são de dois homens (de 49 e 62 anos), internados em hospital particular da cidade, duas mulheres (21 e 27 anos), encaminhadas a tratamento domiciliar, com quadro estáveis.

Ainda segundo o relatório, seguiam internados três pacientes, sendo um em leito da Santa Casa (um homem de 48) e dois pacientes em hospital particular (de 49 e 62 anos).

Segundo o relatório, divulgado às 16h, das 80 notificações, 62 casos suspeitos aguardavam resultados dos testes, 11 haviam sido descartados e 7, confirmados, sendo que dois ainda aguardavam contraprova.

O número de confirmados subiu 40% em três dias, com o aumento de dois casos, já que, na terça-feira, 31 de março (data de fechamento da edição anterior), a Vigilância Epidemiológica divulgara que cinco pacientes haviam testado positivo para a doença.

Publicidade

Já o índice de notificações subiu 11,2% no mesmo período, com o aumento de oito novas suspeitas. Até terça-feira, o município registrava 72 notificações, somadas por meio do atendimento da rede pública e particular, sendo 61 suspeitas, 6 casos descartados e 5 positivos.

Na manhã de quarta-feira, 1º, foi registrado um novo caso positivo. Conforme o boletim da VE, a doença infectou um homem de 49 anos, que estava em tratamento domiciliar, com quadro estável.

Também na manhã de quarta-feira, uma mulher de 57 anos, que estava na lista dos casos suspeitos, teve a doença descartada. No período da tarde, foi registrado um novo caso suspeito, de uma mulher de 26 anos, em tratamento domiciliar, com quadro estável.

Até a tarde de quarta-feira, permaneciam internados cinco pacientes de casos suspeitos, sendo dois na Santa Casa (uma mulher e um homem, em isolamento) e três com testes positivos em hospital particular (dois homens e uma mulher).

O sétimo caso confirmado de Covid-19 foi comunicado na manhã de quinta-feira, 2, pela VE. Conforme o boletim, um homem de 76 anos, que realizava tratamento no Hospital AC Camargo, em São Paulo, testou positivo para a doença.

Ainda na manhã de quinta, os dois pacientes do sexo masculino – com testes positivos – que estavam internados no hospital particular da cidade, diante de melhora do quadro clínico, receberam alta para continuar o tratamento em casa.

Já na tarde de quinta, mais dois casos de coronavírus foram descartados e um novo suspeito acabou registrado. Conforme o relatório da VE, os dois casos descartados são de duas mulheres (de 58 e 66 anos) e o suspeito, de uma mulher de 52 anos, que apresentava quadro de saúde estável.

Seguiam internados dois pacientes, sendo um homem com suspeita, de 48 anos, em isolamento na Santa Casa, e uma mulher com teste positivo, de 53 anos, em hospital particular.

Na manhã de sexta-feira, 3, a Secretaria Municipal de Saúde informou que mais dois casos suspeitos foram descartados. Segundo o órgão, os casos são de duas mulheres, de 44 e 46 anos. Até então, haviam sido divulgados 18 resultados de exames, dos quais 11 testaram negativo para Covid-19.

No mesmo boletim, a VE informa ter registrada uma nova suspeita da doença. O caso é de uma mulher de 33 anos, com quadro de saúde estável e em isolamento domiciliar.

Os dois pacientes que estavam internados permaneciam nas unidades hospitalares, com quadros estáveis, sendo que um deles recebeu alta na manhã de sexta-feira.

De acordo com a secretária Municipal da Saúde, Tirza Luiza de Melo Meira Martins, o número de notificações registradas pela Vigilância Epidemiológica está dentro do esperado para a semana. Contudo, ela pondera ser necessário manter as medidas de prevenção.

“Manter-se em casa e continuar tendo bons hábitos de higiene, lavando sempre as mãos e ter etiqueta ao tossir e espirrar, são as melhores ferramentas que se tem conhecimento, até então, para o enfrentamento ao coronavírus. Se todo mundo tiver estes hábitos, nós vamos conseguir evitar o colapso do sistema de saúde”, observou a secretária.

Segundo levantamento apresentado pela Secretaria de Saúde, o número de pessoas infectadas pelo coronavírus em Tatuí pode chegar a até 18 mil durante o surto.

No melhor cenário – considerando uma população de 180 mil pacientes atendidos pelo município –, são esperados 1.800 infectados, 360 internações e 15 quadros de internação em UTI.

Em um segundo cenário, com média de 5%, os casos podem chegar a 9.000 pessoas infectadas, 1.800 internações e 72 leitos de UTI ocupados. Já no pior cenário, de 10%, o número sobe para 18 mil infectados, 3.600 internações e 144 leitos de UTI ocupados.

O estudo é do Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Covid-19, com estatísticas baseadas em dados do governo estadual, que apontam que a doença pode acometer de 1% a 10% da população. Desses atingidos, é previsto que 20% vão precisar de internação hospitalar e cerca de 6%, de atendimento em UTIs.

Para evitar a disseminação da doença, a prefeitura decretou quarentena de 15 dias, desde o dia 23 de março, na qual apenas os serviços essenciais, como hospitais, supermercados e forças de segurança, estão podendo funcionar. As restrições vigoram – a princípio – até 7 de abril, mas poderão ser estendidas.

Publicidade