Coral do ‘Espaço Feliz’ integra espetáculo no Memorial da AL

Apresentação com 250 vozes contou com grupo de dança local

8189
Meninas do corpo de dança da instituição também subiram ao palco (foto: divulgação)
Publicidade

No dia 19 deste mês, um público de quase mil pessoas prestigiou “Menino Gigante, O Musical”, realizado pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.

O espetáculo, apresentado no Auditório “Simón Bolívar”, do Memorial da América Latina, em São Paulo, por conta da reinauguração do espaço, teve a participação do coral do Projeto Espaço Feliz, do Lar “Donato Flores”.

Aproximadamente 250 crianças e adolescentes integraram a montagem. A apresentação teve participação especial da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo.

Ao todo, oito corais compareceram. Além das meninas da instituição de Tatuí, o espetáculo teve o coral do Projeto Farol e Coral Juvenil Unasp, ambos de São Paulo; Madrigal Cantabile e Coral do Proame, ambos de Votorantim; Coral Vozes, de Taubaté; Coral Infantil Municipal Cantarolando, de Vinhedo; e coral do Grupo Primavera, de Campinas.

No repertório, as 250 crianças e adolescentes entoaram canções que abordam as riquezas naturais do Brasil, com ênfase no meio ambiente e na biodiversidade.

Publicidade

“Menino Gigante” tem autoria do maestro, compositor e diretor musical Cezar Elbert e vem sendo realizado no interior desde o ano passado, nas respectivas cidades de cada coral.

De acordo com o “Donato Flores”, essa foi a primeira vez que o espetáculo foi apresentado com o acompanhamento de uma orquestra.

O coral do Projeto Espaço Feliz foi especialmente convidado por Elbert, em função da apresentação dos musicais “Menino Gigante” e “Canção da Paz”. Os espetáculos foram apresentados em 2016 e 2017, respectivamente, no teatro “Procópio Ferreira”, do Conservatório de Tatuí.

Além do coral, o grupo de dança do projeto Espaço Feliz integrou o evento. Orientadas pela professora e coreógrafa Ricieli Helena Proença, 12 meninas participaram.

“Foi uma oportunidade incrível alcançada por nossos alunos, pois, além de se apresentarem em um evento histórico, eles tiveram a honra de serem acompanhados por uma das mais importantes e respeitadas orquestras do país, num dos mais consagrados palcos brasileiros”, comemorou o professor e maestro Luís Gustavo Laureano.

Composto por Elbert, o repertório do musical traz mensagens de conscientização, respeito, sustentabilidade, harmonia com a natureza, paz com o meio ambiente e preservação. Foram interpretadas as canções “Novo Mundo”, “A Dança do Planeta”, “O Vento”, “Cerrado & Caatinga” e “Bichos & Cia.”.

A apresentação incluiu as músicas “Mata Atlântica”, “Tesouro Transparente (Água)”, “Pantanal”, “Parte de Você”, “Pampas”, “Canção da Paz”, “Menino Gigante” e “Riqueza do Meu Brasil”, além de “Amazônia”, composta em parceria com Vavá Rodrigues.

Coordenadores das áreas artística, coreográfica e membros da equipe técnica da instituição acompanharam as apresentações. São eles: Laureano, Ricieli e Ana Feltrin.

Publicidade