Conservatório reúne ‘melhores’ em apresentação de música de Câmara

232
Publicidade





Quatro grupos formados por alunos do Conservatório de Tatuí fazem neste sábado, 7, recital especial de música de câmara. A apresentação é gratuita e acontece a partir das 20h, no teatro Procópio Ferreira, à rua São Bento, 415, no centro.

Os grupos são vencedores do Prêmio Incentivo de Música de Câmara, realizado no último ano. São duos, quartetos e um quinteto que se destacaram entre os mais de 200 grupos na disputa pelo prêmio. A idealização e coordenação são da professora Míriam Braga.

No recital, apresentam-se o Duo Qualquer Nota, Quarteto Tromba-bones, Quinteto Junção Low e Duo Dias&Dias.

O primeiro é formando por Wender Campi e Fernando Palloni. Surgiu no início do ano de 2014 e, desde então, busca levar ao público um repertório até então considerado negligenciado: os duos de trompetes.

Publicidade

“Exploramos os diferentes desafios que esse tipo de composição proporciona, como a falta de harmonia e o contraponto simples. Além disso, buscamos levar toda a riqueza dessas obras de uma maneira inusitada, com performances cênicas bem humoradas, mas sempre tendo a música em primeiro plano”, afirmam os integrantes.

Para a apresentação, o duo selecionou obra de F. Mendelssohn (“Canção de Outono”) e traz composições dos próprios integrantes. De Palloni será apresentada “Fantasia Cromática” e, de Campi, “Dueto no 2 para Flugelhorns – Valsinha”.

Outro grupo a se apresentar é o Quarteto Tromba-bones, formado por Everton Souza, Fabricio Vieira, Luis Henrique Mattos e Isaque Proença. Nesta apresentação, Isaque será substituído pelo professor Marcelo de Jesus Silva (Bambam).

O quarteto foi criado com intuito de proporcionar experiência aos integrantes em música erudita, música popular e com o principal objetivo de explorar as virtudes interpretativas e técnicas possibilitadas pelo instrumento trombone.

“Faz parte do trabalho do grupo a preparação de cada integrante, o convívio e respeito para com as diferenças de cada personalidade, buscando fazer a melhor performance possível”, destacam os integrantes, em nota enviada à imprensa.

Em seguida, apresenta-se o grupo Junção Low, formado por duas tubas (Daniel Satler e Marcel Montini) e dois eufônios (Andressa Luz e Lucas Belloni), com participação especial do percussionista Washington Oliveira. O recital terá obras de John Stevens (“Diversions”) e Peter Boris Koval (“No Balanço”).

O Junção Low nasceu no ano de 2013 com a finalidade de explorar “as diversas cores que essa formação possibilita”. A cada semestre, tem como objetivo aprender as técnicas de conjunto e o entrosamento entre os músicos, “com a finalidade de vencer juntos as dificuldades individuais e levar música de qualidade para o público”.

Ainda no recital, apresenta-se o Duo Dias&Dias, formado pelas primas Milene de Souza Dias e Francine Dias. No repertório, estão obras de Tchaikovsky (“Suíte Quebra Nozes/Trepak”), Brahms (“Dança Húngara no 5”), Ronaldo Miranda (“Frevo”) e Darius Milhaud (“Scaramouche/Brasileira”).

Quando crianças, as primas já se interessavam pela música. Ao longo do tempo, começaram a fazer apresentações juntas e criaram uma identidade musical com o mesmo propósito.

No ano de 2015, as duas foram premiadas com a 1a colocação do nível básico no VII Prêmio Incentivo à Música de Câmara e 1o lugar no Concurso Interno de Piano Homenagem a Villani-Cortês, categoria a quatro mãos.

“O duo tem uma excelente comunicação e diversão no palco e nos ensaios”, afirmaram as pianistas. As musicistas, unidas pela música, procuram tocar “um repertório diversificado de maneira que impressione o público”.


Publicidade