Conservatório leva o teatro às aulas online da rede municipal

256
“Teatro em Rede” leva peças infantojuvenis para as salas de aula (Foto: AI Conservatório)
Publicidade
Da redação

O Conservatório de Tatuí lançou nesta semana o projeto “Teatro em Rede”, que visa levar peças teatrais para as aulas virtuais da rede pública municipal de ensino. A iniciativa é da Cia. de Teatro da instituição.

O projeto deve atender aproximadamente 300 estudantes até o final de novembro, com apresentação do espetáculo infantojuvenil “Flicts”, baseado na obra de Ziraldo. As primeiras turmas contempladas são da Emef “Profª Lígia Vieira de Camargo Del Fiol”, que “adoraram a novidade”.

O coordenador da Cia. de Teatro, Carlos Doles, conta que o projeto “Teatro em Rede” é fruto das restrições impostas ao planeta pela pandemia de Covid-19.

“Nós começamos o ano cheios de ideias e propostas de espetáculos. Faríamos um projeto autoral com as atrizes do grupo, baseado em criação colaborativa, e também montaríamos um grande espetáculo infantil com os alunos bolsistas. Aí, veio a pandemia e tudo parou”, disse o coordenador.

“Depois de algum tempo, começamos a pensar em como fazer teatro online, e assim surgiu o projeto ‘Teatro em Rede’. Por que não pensarmos em textos infantis curtos que possamos fazer nas plataformas de aulas virtuais? E resolvemos entrar nas salas de aulas virtuais das escolas”, completa.

Publicidade

O texto escolhido para a estreia do projeto é “Flicts”, de Ziraldo. “Chegamos a ele por ser literatura e por nos possibilitar brincar bastante com personagens e figuras, além de abordar um tema interessante para o público infantojuvenil e ter ‘cara’ de contação de história”, salienta Doles.

“Só precisávamos fazer uma adaptação para esse ambiente virtual, porque nossa ideia era levar a contação de história para o vídeo, fazer algo que as pessoas pudessem assistir virtualmente. Queremos entrar de fato nas salas de aulas virtuais e surpreender as crianças com nossa apresentação”.

“O Conservatório de Tatuí sempre promove espetáculos didáticos nas escolas e, normalmente, a Cia. de Teatro se apresenta no pátio das escolas. Como não temos pátio esse ano, entramos na sala virtual”, acrescenta Doles.

A peça é apresentada ao vivo, cada atriz em casa, cada aluno e professor em casa. Para garantir a atenção do público, o grupo explora diferentes recursos visuais, incluindo figurinos, objetos cênicos e os próprios das plataformas de aprendizagem virtual.

Conforme ressaltado em nota pela assessoria de comunicação do Conservatório, “o resultado é um espetáculo dinâmico, divertido e capaz de arrancar lindos sorrisos dos espectadores”.

A estreia foi realizada com duas sessões no ambiente virtual da Emef “Profª Lígia Vieira de Camargo Del Fiol”, que reuniram cerca de 60 estudantes com idades entre 7 e 10 anos. Ao final das apresentações, as atrizes e o coordenador fizeram um bate-papo com as crianças, que disseram ter adorado a experiência.

Como o pequeno André, 7 anos, que disse ter amado a apresentação e só ficou chateado ao descobrir que não poderia compartilhar o espetáculo com os amiguinhos.

“Foi ao vivo, não foi gravado, então, não dá para compartilhar. Mas, você pode convidá-los para ver na aula virtual de amanhã, André”, sugeriu Doles.

“Flicts”

Baseada em uma das obras mais importantes do escritor Ziraldo, a peça conta a história de uma cor chamada “Flicts”, que não tem lugar no mundo.

“Ninguém a conhece e essa cor vive tentando achar um lugar para si. Ela busca no jardim, no arco-íris, na caixa de lápis de cor, mas ela não é aceita por nenhum deles. ‘Flicts’ é aquela cor ‘não cor’, ela está lá, mas ninguém a reconhece, como acontece com o vibrante vermelho, o intenso amarelo, por exemplo”, descreve o coordenador.

“Ela procura seu espaço, mas é rejeitada em todos os lugares. Tem um final bem bonito, ela acha seu lugar e é bem poético. A obra fala da dificuldade de aceitação e faz uma leitura metafórica da própria mescla de cores da pele do brasileiro. Tudo de uma forma bem lúdica e com a mensagem implícita”, continua Doles.

A Cia. de Teatro do Conservatório de Tatuí é formada por professores-monitores e alunos bolsistas da instituição. Neste projeto, o elenco traz as professoras e atrizes Adriana Afonso, Dalila Ribeiro e Fernanda Mendes, sob coordenação e direção de Doles.

O projeto “Teatro em Rede” já tem novas apresentações agendadas nas salas virtuais da Escola Municipal “Firmo Antonio de Camargo Del Fiol” e deve continuar até o final de novembro.

Publicidade