Conservatório de Tatuí programa homenagem a Heitor Villa-Lobos

Pianista Míriam Braga comanda especial neste sábado, 26, no Procópio

547
Espetáculo será apresentado por pianista e uma série de convidados, entre instrumentistas, cantora e atores (foto: AI Conservatório)
Publicidade

O principal compositor brasileiro de música clássica, Heitor Villa-Lobos, é tema de espetáculo do Conservatório de Tatuí que acontece neste sábado, 26. O especial “Solo Brasileiro – Viva Villa” terá Míriam Braga ao piano e uma série de convidados, entre instrumentistas, cantora e atores. A apresentação acontece no teatro “Procópio Ferreira”, com início às 20h e entrada gratuita.

“A proposta do espetáculo é prestar uma homenagem devida a esse que é um dos compositores que mais lutaram pela educação musical no Brasil e que é o nosso grande nome de tantos anos”, comentou, em nota à imprensa, a pianista Míriam Braga, que assina a direção geral do espetáculo. Marilane Bousquet é a responsável pela preparação vocal e Dalila Ribeiro assina a direção cênica.

Na primeira parte da apresentação serão executadas três das nove músicas da série “Bachianas Brasileiras”, escritas por Villa-Lobos entre 1930 e 1945, unindo o folclore brasileiro ao estilo de Johann Sebastian Bach. O início será com a “Bachiana Nº 4 para piano solo”.

A segunda obra será “Bachiana Nº 2 para violoncelo e piano”, que inclui a famosa peça “O Trenzinho do Caipira”. Haverá participação especial da violoncelista Elen Ramos Pires. “Acredita-se que a Bachiana Nº 2 foi escrita em uma viagem na qual Villa-Lobos utilizou a estrada de ferro Sorocabana, possivelmente passando em Tatuí”, ressaltou Míriam, via assessoria.

Finalizando a primeira parte do espetáculo, a “Bachiana Nº 5 para soprano e orquestra de violoncelos”, em versão para dois violoncelos e piano. “Talvez essa seja a obra mais famosa da série Bachianas Brasileiras”, afirmou a pianista.

Publicidade

Além de Elen Ramos Pires, participam o violoncelista Tulio Pires e a soprano Ana Laura Teotônio. Após o intervalo, o espetáculo trará uma suíte infantil para piano solo, na qual a diretora promete trazer “uma surpresa ao público”.

O encerramento será com a suíte “Carnaval das Crianças”, também para piano solo. Os atores Tamires Carvalho e Rodrigo Cotrim contarão a história do Carnaval com mímicas e diferentes personagens para cada parte da obra.

No último movimento, executado a quatro mãos, Míriam Braga recebe a pianista Fanny de Souza Lima. A coordenadora é mestre em música pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e bacharel em piano pelas Faculdades São Judas.

Seus principais mestres foram Bernard Flavigny, Arnaldo Cohen, Heitor Alimonda, Homero Magalhães, Lina Pires de Campos, Amaral Vieira, Magda Tagliaferro, Jacques Klein e Yara Bernette.

Míriam foi várias vezes premiada como solista e camerista. Atuou como solista sob a regência de Eleazar de Carvalho, Alceo Bocchino Ernani Aguiar, Thomas O’Neall, Benito Juarez, Roberto Garcia Mareco, Henrique Gregori, Edson Beltrami, Florentin Gimenez, Gonzalo Bustos, Dario Sotelo e Juliano de Arruda Campos.

Tem em sua discografia uma série de CDs dedicados à música brasileira, gravados pela Meridian Records (Inglaterra), Tons e Sons, Rádio MEC, entre outras.

Como pianista correpetidora tem sido amplamente reconhecida. Seus concertos internacionais incluem países da América Latina, Europa e os Estados Unidos.

No Conservatório de Tatuí é coordenadora da área de música de câmara e integra o corpo docente da área de piano e música de câmara.

Publicidade