Concursos literários deverão receber mais de 700 inscritos

Inscrições devem ser realizadas até o próximo dia 25 de maio

2492
Publicidade

As inscrições para os concursos literários Paulo Setúbal estão abertas e vão até o dia 25. Elas devem ser realizadas pessoalmente, no Museu Histórico “Paulo Setúbal”, à praça Manoel Guedes, 98, ou via correio.

O evento conta com dois prêmios, um de abrangência nacional e outro de cunho municipal. As premiações fazem parte da 76ª Semana “Paulo Setúbal”, que acontece em agosto. Mais de 700 inscrições são esperadas para o prêmio nacional e outras mil para o municipal.

O evento é organizado pela Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, da Prefeitura. A abertura oficial aconteceu no dia 11 de abril, no Museu Histórico “Paulo Setúbal”, reunindo gestores, coordenadores e responsáveis por unidades escolares.

De acordo com Rogério Vianna, diretor municipal da Cultura, o principal objetivo do concurso é formar novos escritores, dar oportunidade de expressão e manifestação a todo segmento, visando divulgar trabalhos inéditos e, além disso, valorizar a obra do escritor tatuiano.

“O concurso tem como meta formar novos escritores e incentivar tanto a rede de ensino, por meio do concurso de abrangência municipal, como também no concurso de abrangência nacional, onde entram os contos, crônicas e poesias, que são as formas de linguagem de Paulo Setúbal”, explicou o diretor.

Publicidade

O 16º Prêmio Literário Paulo Setúbal tem abrangência nacional e é dividido nas categorias contos, crônicas e poesias. A premiação para cada uma delas é de R$ 2.000, para o primeiro lugar, R$ 1.000 para o segundo e R$ 500 para o terceiro.

Este ano, a novidade é o prêmio “Galardão” (vestimenta que Paulo Setúbal utilizou para a posse dele na Academia Brasileira de Letras), destinado única e exclusivamente a obras de autores nascidos ou residentes há mais de dois anos na cidade. O prêmio é R$ 500.

Vianna explica que a ideia da premiação surgiu no ano passado, após ouvir os munícipes que participaram do concurso e não conseguiram ser premiados. Ele aponta que, no ano passado, houve mais de 500 inscrições, sendo que menos de 15% eram de escritores locais.

“No último concurso, não tivemos nenhum escritor da cidade premiado. Então, decidimos estender a premiação para incentivar, cada vez mais, munícipes a se inscreverem neste concurso. Com isso, os nossos conterrâneos têm quatro possibilidades de ganhar: ele pode entrar na colocação do primeiro ao terceiro e, ainda, tem mais esta chance”, comentou.

Ainda dentro da premiação literária, haverá o “17º Concurso Paulo Setúbal – Literatura e Artes Visuais”, cujo tema é “O Homem mais Rico de minha Terra (Do Escritor ao Mestre)”.

Este segundo prêmio tem cunho municipal e deve movimentar os alunos do ensino fundamental e médio das redes municipal e estadual de ensino, pública e privada.

Haverá premiação para o primeiro e segundo lugar de cada categoria, e também ao professor do vencedor do primeiro lugar. O prêmio será dividido em duas modalidades: literatura e artes visuais, divididas em cinco categorias: ensino fundamental (1° ao 3° ano) e ensino fundamental (4° e 5° ano), nas quais o trabalho consistirá em um desenho; ensino fundamental (6° e 7° ano) e ensino fundamental (8° e 9° ano), com a produção de texto; e ensino médio (1° ao 3° ano), em que o trabalho também consistirá na produção de texto.

“Dividimos a premiação. Antes, competia o 1º e o 5º ano juntos, e este ano vai ter do 1ª ao 3º ano e, depois, a premiação do 4º ao 5º ano. Mesma coisa no ensino fundamental, que, antes, era do 6º ao 9º ano e, agora, será do 6º ao 7º e, depois, do 8º ao 9º. Ou seja, mais pessoas serão contempladas na premiação”, explicou.

Antes de inscrever os alunos no concurso oficial, haverá uma fase nas unidades escolares e, após uma pré-seleção, sendo que cada escola pode inscrever até três trabalhos por modalidade. A unidade do aluno primeiro colocado receberá o “Selo de Qualidade Literária” da 76ª Semana Paulo Setúbal.

“Teremos mais modalidades, e, com isso, vamos ter um número grande de obras. Só no concurso municipal, dá em torno de 200 obras por modalidade”, complementou Vianna.

Para quem vai participar do concurso, a dica é seguir corretamente o edital. De acordo com Vianna, no ano passado, quase 50% dos participantes foram desclassificados, pelo não cumprimento das regras.

“Muita gente não cumpre o edital e acaba sendo desclassificada. São coisas simples. Às vezes, o escritor não classifica a obra e acaba perdendo a oportunidade de participar do concurso”.

“Outra coisa que também acontece muito é não entregar o número de cópias necessárias. Se a pessoa não cumpre isso, já desclassifica. Então, o cumprimento do edital é muito importante”, pontua o diretor.

O edital completo pode ser encontrado no site da prefeitura pelo endereço www.tatui.sp.gov.br.

Publicidade