Carnaval é cancelado no municí­pio; chuvas são tidas como causa

462
Publicidade





Pelo segundo ano consecutivo, a Prefeitura não vai promover as tradicionais festividades do Carnaval. O anúncio foi feito pelo prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, durante o encontro de prefeitos realizado na quinta-feira, 14 (reportagem nesta edição).

Segundo o prefeito, serão economizados cerca de R$ 200 mil, dinheiro a ser destinado para recuperação dos danos causados pelas chuvas dos últimos dias e ao auxílio das famílias que ficaram desalojadas e desabrigadas.

“Esses R$ 200 mil serão usados na recuperação da cidade. Temos pessoas trabalhando de dia à noite. Tem o custo da hora-extra que precisamos pagar e, também, material que precisa ser gasto para recuperar pontes, asfalto, os locais que foram danificados. Não temos condições de fazer um Carnaval com as dificuldades que estamos enfrentando”, declarou Manu.

O prefeito disse que as outras festividades organizadas pela Prefeitura, como a Festa do Doce, não serão afetadas pelo corte, mas que está buscando patrocinadores para o evento, que acontece em julho.

Publicidade

“Identificamos um grande avanço comercial e microempresarial na Festa do Doce. É um projeto que traz um retorno. A festa tem um tamanho que dá condição de ter patrocinadores. Assim, a gente espera minimizar os custos”, informou.

Manu disse que “a população entende as prioridades do governo em um momento de dificuldade financeira” e, em especial, num momento em que a cidade precisa fazer reparos por conta das chuvas.

O prefeito de Cerquilho, Antônio Del Bem Junior, também aproveitou a reunião de prefeitos para cancelar o Carnaval na cidade, um dos mais movimentados e conhecidos da região.

Segundo o prefeito, “não há condições de a cidade fazer um evento caro como o Carnaval com a prefeitura em dificuldades para recuperar os estragos da chuva”. Junior afirmou que o dinheiro será usado em obras de emergência na cidade, que teve prejuízos com a chuva.

“Uma ponte caiu, as nossas estradas vicinais estão com problemas, deixando famílias isoladas. Levantamos as prioridades, e nosso município está em dificuldades. O Carnaval tem um gasto muito grande e, infelizmente, não podermos realizar a festa neste ano”, disse.

Além de Tatuí e Cerquilho, a cidade de Porangaba cancelou as festividades por falta de recursos.


Publicidade