‘Brigadeiro Jordão’ receberá edição 2020 do programa Viagem Literária

Biblioteca está entre as cinco contempladas da RMS para sediar projeto

358
Atividades abertas à comunidade acontecerão na Biblioteca Municipal (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Da reportagem

A Biblioteca Municipal “Brigadeiro Jordão” sediará, neste ano, o programa Viagem Literária, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do estado de São Paulo, por meio da Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura. O equipamento cultural recebeu comunicado sobre a aprovação na sexta-feira da semana passada, 28 de fevereiro.

A O Progresso, o diretor do Departamento Municipal de Cultura, Rogério Vianna, contou que foram recebidas 118 manifestações de interesse de participação no programa e que Tatuí foi uma das 75 cidades contempladas. Da RMS (Região Metropolitana de Sorocaba), apenas cinco municípios foram selecionados.

“Esse é um importante projeto de incentivo à leitura, fomentado pela biblioteca. Precisamos reavivar nos cidadãos o interesse pelo uso da biblioteca e transformá-la em um local para toda a família”, ressaltou o diretor.

A equipe de programas e projetos da SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura, que organiza a “Viagem Literária”, informou que, para a seleção dos municípios, foram utilizados critérios técnicos.

“Pleiteamos o programa em janeiro, quando abriu um edital e nós nos inscrevemos, cumprindo rigorosamente o exigido. Soubemos na semana passada que fomos agraciados para receber a edição 2020”, contou o diretor.

Publicidade

Foram analisados: desempenho na edição anterior, comprometimento com as contrapartidas do programa e participação em outras ações realizadas pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB)”.

As atividades – gratuitas e abertas à comunidade – deverão acontecer na Biblioteca Municipal nos meses de maio, junho e agosto. A programação oficial ainda não foi divulgada. Conforme Vianna, a previsão é de que o estado a divulgue até o mês de abril.

Este será o segundo ano em que o município recebe o programa.  O diretor antecipou que, por meio do projeto, dois autores diferentes – escolhidos pelo SisEB – serão trazidos para o município para uma roda de conversa na biblioteca, em dois dias distintos, com atividades voltadas ao público adulto e infantojuvenil.

“Normalmente, os convidados estão entre os autores com mais obras vendidas nas livrarias. São, também, os mais procurados e mais emprestados nas bibliotecas. São eles que fazem a literatura brasileira ser cada vez mais fantástica”, enfatiza Vianna.

O evento será aberto ao público, tendo como foco alunos da rede municipal de ensino, escritores e pessoas que se interessam pela literatura. “A intenção é fazer com que as pessoas que gostam de ler e escrever tenham acesso ao universo da produção literária”, afirma o diretor.

Para Vianna, a presença dos autores pode incentivar o surgimento de novos escritores. “Às vezes, a pessoa tem vontade de escrever um livro, mas não sabe como viabilizar a ideia. Conversar com quem tem a técnica e o conhecimento pode facilitar o caminho e até abrir novas portas”, completa.

O diretor acrescenta ser fundamental para o município ter sido aprovado por um projeto de incentivo à literatura neste ano, apontando que, assim, a atividade fará parte da programação em comemoração ao centenário da publicação da obra “Alma Cabocla”, do escritor tatuiano Paulo Setúbal.

“Para nós, é de extrema importância estar recebendo este projeto neste ano. Para lembrarmos-nos de Paulo Setúbal e, também, para incentivarmos os novos escritores que estão se formando e, assim como Setúbal, poderem brilhar na produção literária”, enfatiza Vianna.

Segundo ele, por norma do SisEB, o projeto é totalmente desenvolvido dentro da biblioteca para que mais pessoas tenham acesso ao equipamento municipal. Ele ainda lembrou que, desde a reinauguração, a biblioteca tem mantido atividades, como meditação, exibição de filmes e cursos de capacitação.

“Este projeto visa viabilizar que, cada vez mais, as bibliotecas sejam utilizadas para o desenvolvimento intelectual. Por meio da literatura, do interesse em contar e criar histórias. Ou seja, está valorização é importante, e ficamos agraciados com a oportunidade”, concluiu o diretor.

A Biblioteca Municipal “Brigadeiro Jordão” fica na rua Santa Cruz, 405, centro, e funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3259-5647.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome