Bispo fala em fardas ‘gastas’; e prefeitura, em melhorias na GCM

152
Publicidade
Siltec

Na sessão da Câmara Municipal desta segunda-feira, 16, o vereador Nilto José Alves (MDB), o Bispo Nilto, apresentou requerimento questionando o Executivo sobre investimentos na Guarda Civil Municipal.

Na tribuna, o vereador falou sobre o requerimento e alegou que guardas o procuraram para relatar que estariam utilizando recursos próprios para aquisição de uniformes e munições para uso em treinos.

“Na última sessão (segunda-feira, 9), andei dando uma olhada nos uniformes dos nossos próprios guardas aqui (da Casa Legislativa), e estão completamente gastos. Já imaginou ter que trabalhar só com um uniforme? Ter quer lavar, passar e vir trabalhar?”, declarou o vereador.

Alves ainda sustentou que os agentes não recebem novo fardamento há mais de um ano e que o requerimento era para pedir informações ao comandante da GCM e à prefeita Maria José Vieira de Camargo.

Em nota a O Progresso, com informações da Secretaria da Segurança Pública e Mobilidade Urbana, a prefeitura informa que, neste ano, foi realizada a compra de munição para treinamento e aponta investimentos na GCM.

Publicidade
Siltec

Entre as melhorias, a prefeitura informa terem sido realizados consertos em motos e entregues duas novas bicicletas para o patrulhamento da Romuc (Ronda Municipal Ciclística).

Ainda conforme a prefeitura, em junho de 2018, os guardas civis municipais receberam 150 conjuntos de fardas, 49 coletes balísticos e 170 botas. Além disso, foi anunciado um seguro de vida para todos os 147 homens e mulheres na ativa, pela corporação.

“No material entregue, o investimento foi de cerca de R$ 118 mil. No seguro de vida, R$ 59 mil por ano. Em 2017, aconteceu a entrega de nove viaturas novas e dois micro-ônibus para a GCM. Um investimento de R$ 212.723,64 (pregão presencial 24/2017 – processo nº 43/2017)”, conclui a nota.

Publicidade
Siltec