Banda Sinfônica do Conservatório homenageia ex-diretor da escola

Concerto será dedicado a José Coelho de Almeida,que deve reger

303
A Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí, que será regida pelo professor Coelho (foto: AI Conservatório)
Publicidade

A Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí faz neste sábado, 31 de agosto, concerto em homenagem ao professor José Coelho de Almeida, que foi diretor da escola entre os anos 1968 e 1983. O concerto integra a programação de aniversário de 65 anos da instituição e será realizado no teatro “Procópio Ferreira”, às 20h, com entrada gratuita.

Nascido em Tatuí, Coelho iniciou os estudos musicais na Escola Estadual “Barão de Suruí”, em 1948, com o professor Nacif Farah, e os estudos de flauta, em 1951, com Eulico Mascarenhas de Queiroz e João Baptista Del Fiol.

Com a inauguração do Conservatório, em 1954, ingressou na instituição, formando-se em flauta na classe do professor e maestro Spartaco Rossi, em 1957.

Atuou como flautista na orquestra da Associação Cultural “Pró-Música” de Tatuí, sob regência do maestro Rossi, a partir de 1955. Organizou e regeu a Corporação Musical “São Jorge”, de Tatuí, de 1962 a 1967, com a qual realizou mais de 150 apresentações públicas nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

Em maio de 1968, assumiu a direção do Conservatório de Tatuí, cargo que ocupou até abril de 1983. “Em sua gestão, introduziu os mais modernos métodos de trabalho, tanto no setor administrativo como no didático, bem como na difusão cultural”, conforme divulgado pela assessoria de comunicação da escola.

Publicidade

Foi na administração dele que o Conservatório conquistou o título de “maior escola da América Latina”, tornando-se uma das mais importantes e respeitáveis do país.

De 1973 a 1978, foi também assistente do maestro Eleazar de Carvalho no departamento de prática de orquestra do Centro de Cultura Musical. Foi professor de regência de banda nos Festivais de Inverno de Campos do Jordão de 1979 e 1980 e coordenador pedagógico em 1981 e 1982.

Idealizou, criou e dirigiu a Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí de 1969 a 1983. De 1983 a 1987, prestou serviços de assessoria técnico-administrativa aos Departamentos de Artes e Ciências Humanas e Museus e Arquivos da Secretaria de Estado da Cultura, de São Paulo.

De 1987 a 1991, trabalhou no Departamento de Música do instituto de Artes da Unicamp, na organização e implantação de uma banda musical comunitária – a Unibanda.

Na Unicamp, também ministrou aulas de flauta, música de câmara e instrumentação. De 1988 a 1994, ministrou aulas de flauta e prática de conjunto na Escola Britânica de São Paulo.

De 1991 a 1999, coordenou e implantou o plano de ação de atividades de lazer musical no Sesi-SP. Coelho voltou a Tatuí em 1991, para introduzir a prática coletiva de instrumentos musicais de sopros e percussão na Corporação Musical Santa Cruz, cujo presidente era o tenente PM Arlindo Vieira Pinto.

Neste concerto, a Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí apresentará “Huntingdon Celebration” (Philip Sparke), “Djopoi” (Edmundo Villani-Côrtes), “The Stars and Stripes Forever”, “Washington Post”, “Semper Fidelis” e “The Thunderer” (John Philip Souza), “After de Thenderer” (Ira Hearshen) e “São Paulo Antigo – Velha Guarda Imortal” (arranjo de Spartaco Rossi).

A regência será dividida entre o regente convidado Marco Almeida Júnior e o próprio homenageado, professor Coelho, que conduzirá a banda em parte do programa.

Publicidade