Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí se apresenta nesta quarta

Segundo concerto deste mês traz novo repertório e regente convidado

531
Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí terá como regente o professor Almeida Júnior (foto: AI Conservatório)
Publicidade
Antuerpia
Fabio Villa Nova

O teatro “Procópio Ferreira” recebe nesta quarta-feira, 24, às 20h, mais um concerto da Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí. O grupo, que já se apresentou no início do mês, volta ao palco com novo repertório, sob a batuta do regente convidado Marco Almeida Júnior. A entrada é gratuita.

O programa começa com “Eagle Band” (James Barnes) e segue com “Aerodynamics” (David Gillingham), “O Magnum Mysterium” (Morten Lauridsen) e “Solemnitas” (Franco Cesarini).

Formada por alunos, professores e músicos convidados, a Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí foi fundada em 1992 com a proposta de formação de um grupo semiprofissional na instituição.

Até 1996, era a única oportunidade que os alunos de níveis avançados da escola tinham para interagir com profissionais em apresentações oficiais.

Com repertório eclético, o grupo já gravou vários CDs e um DVD, além de se destacar na execução de obras encomendadas especialmente para essa formação, como: “Sinfonia nº 1”, de Edmundo Villani-Côrtes; “Sinfonia Anõia”, de Sergio Vasconcellos-Corrêa – que mereceu prêmio da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) de melhor obra sinfônica de 1999; “Retratos do Brasil”, de Hudson Nogueira; “Portrait” e “Concerto para Banda”, de Edson Beltrami, entre muitas outras.

Publicidade
Fabio Villa Nova
Antuerpia

Seu repertório conta com mais de 120 obras originais especialmente escritas para o grupo. Dentre essas, há 98 estreias brasileiras de repertório internacional.

Em 27 anos de história, a Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí foi conduzida por dezenas de maestros convidados, reconhecidos no Brasil e exterior, como Arnald Gabriel, Virginia Allen, Daniel Havens, Isaac Daniel Jr., Pamela Bustos, Thomas Lee, Lowell Graham, Thomas O’Neal, Mark Whitlock, Dwight Satterwite, Matthew George, Hadrian Avila, David Antezana, Juan Ringer, Francisco Grau Vegara, Pablo Sanches Torrella, Rafael Sanz-Espert, Felix Hauswirth, Glenn Price, Marcelo Jardim, Marcelo Maganha, Roberto Farias, Wagner Polistchuck, Marcos Sadao, Monica Giardini, Frank Batisti e Lazslo Marosi, entre outros.

O regente convidado Marco Almeida Júnior é bacharel em eufônio pela Faculdade Mozarteum, de São Paulo, e formado em regência pelo Conservatório de Tatuí.

Iniciou os estudos com o pai, aos dez anos de idade. Teve aula com renomados professores, como Dario Sotelo, Steven Mead, Misa Mead, Brian Bowman, Adam Frey, David Childs, Henrique Crespo, Rafael Mendes e Fernando Deddos.

Atuou como músico convidado nas principais orquestras do país, como Sinfônica de Porto Alegre, Filarmônica de Minas Gerais, Sinfônica de Campinas, Sinfônica da Unicamp e Sinfônica Municipal de São Paulo.

Atuou, também, nas duas principais bandas brasileiras: Sinfônica do Estado de São Paulo e Sinfônica do Conservatório de Tatuí (chefe de naipe).

Como regente, esteve à frente da Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí, Banda Sinfônica de Nova Odessa, Banda Sinfônica de Sumaré, Banda “Henrique Marques” (Limeira) e Conjunto de Metais do Conservatório de Tatuí.

Em 2014, participou da conferência “The Midwest Clinic”, em Chicago (EUA). Em 2017, atuou como solista convidado da University of Minnesota, em Duluth (EUA), a convite do maestro Mark Whitlock.

Atualmente, é músico da Banda Sinfônica de Nova Odessa, professor de eufônio e professor responsável pela Banda Sinfônica Infantojuvenil do Conservatório de Tatuí.

Publicidade
Fabio Villa Nova
Antuerpia