Atleta tatuiano estreia no beisebol japonês e lidera Liga Central da NPB

Pandemia obrigou Thyago Vieira a esperar 6 meses pela 1ª partida oficial

411
Thiago Vieira é o quarto atleta nascido no Brasil a atuar na MLB (Foto: Divulgação)
Publicidade
Da redação

O tatuiano Thyago Vieira pôde estrear oficialmente pelo Yomiuri Giants, do Japão. Devido à pandemia, a primeira partida oficial no país asiático só aconteceu cerca de seis meses após a saída dele do Chicago White Sox, da MLB (Major League Baseball) – a liga norte-americana de beisebol.

Quarto atleta nascido no Brasil a atuar na MLB, Vieira deixou a liga norte-americana em dezembro do ano passado. A apresentação na equipe japonesa aconteceu no fim de janeiro, ao som da canção infantil “Baby Shark”.

Desde então, o tatuiano participou somente de treinos e partidas amistosas. A nova equipe de Vieira é de Tóquio e foi fundada em 1934. Também chamada de Tokyo Giants e Yomiyuri, a agremiação “manda” as partidas no estádio Tokyo Dome, inaugurado em 1988.

A equipe do tatuiano é a mais vencedora da Liga Central da NPB (Nippon Professional Baseball), com 46 títulos, sendo 20 vezes campeã da “Japan Series” – confronto entre os vencedores da Liga Central e a Liga do Pacífico.

A temporada de 2020 começaria no dia 20 de março, mas os organizadores adiaram a abertura para 24 de abril. Contudo, o início do campeonato foi novamente suspenso.

Publicidade

Conforme a NHK Nippon Hōsō Kyōkai (em português, Corporação de Radiodifusão do Japão), o primeiro-ministro do país, Shinzo Abe, anunciou, no dia 25 de maio, que o estado de emergência no país seria suspenso, após o controle da propagação da Covid-19 em menos de dois meses.

No mesmo dia, segundo a Associated Press, o comissário da liga japonesa, Atsushi Saito, informou que o retorno da NPB estava agendado para a sexta-feira da semana passada, 19, embora sem a presença de torcedores nos estádios.

Até a tarde desta quinta-feira, 25, com 18.110 testes positivos, o Japão era o 52º país com mais casos confirmados de coronavírus, dos quais 16.320 pacientes estavam recuperados e 968 faleceram pela doença.

O Brasil é o segundo país com mais casos de Covid-19, atrás somente dos Estados Unidos. Até esta quinta-feira, eram 1.193.609 de casos confirmados, 649.908 recuperados e 53.895 mortes. As vítimas totais no Japão, portanto, é menor que os falecimentos diários no Brasil.

Duas semanas antes do início da NPB, dois companheiros de equipe de Vieira, Hayato Sakamoto e Takumi Oshiro, testaram positivo para coronavírus, sendo os primeiros atletas da competição infectados desde março.

Os resultados dos exames provocaram o adiamento de um jogo-treino que a equipe realizaria como preparação à temporada. O Yomiuri Giants fez com que todos os 220 funcionários do clube passassem por uma nova leva de testes. Sakamoto e Oshiro eram assintomáticos e já se recuperaram.

A equipe de Vieira compete na Liga Central da NPB com outros cinco times: Chunichi Dragons, Hanshin Tigers, Hiroshima Toyo Carp, Tokyo Yakult Swallows e Yokohama DeNA BayStars.

A Liga do Pacífico é formada por: Chiba Lotte Marines, Fukuoka SoftBank Hawks, Hokkaido Nippon-Ham Fighters, Orix Buffaloes, Saitama Seibu Lions e Tohoku Rakuten Golden Eagles.

As três primeiras partidas do Yomiuri Giants na temporada 2020 da NPB terminaram com vitórias sobre o Hanshin Tigers: 3 a 2, na sexta-feira, 19; 11 a 1, no sábado, 20; e 7 a 1, no dia seguinte.

Após um dia de descanso, foram três confrontos diante do Hiroshima Toyo Carp: vitória por 3 a 2, na terça-feira, 23; derrota por 5 a 1, no dia seguinte; e empate em 5 a 5, nesta quinta-feira, 25.

Com quatro triunfos, um empate e um revés nas seis primeiras partidas, a equipe de Vieira lidera a Liga Central da NPB. Entre esta sexta-feira, 26, e domingo, 28, aconteceriam três partidas contra o Tokyo Yakult Swallows.

Devido ao atraso de cerca de três meses para ser iniciada, a temporada regular da NPB será mais curta. No lugar dos 143 jogos ao longo do ano, cada equipe fará, ao todo, 120 partidas na temporada regular, que tem previsão para ser encerrada em 7 de novembro.

Além dos portões fechados e dos testes, diversas outras medidas preventivas continuam sendo tomadas para evitar a propagação do vírus durante os jogos.

Os jogadores reservas e membros da comissão técnica têm de utilizar máscaras, os atletas estão proibidos de cuspir no campo e o distanciamento social foi reiterado, sem cumprimentos ou comemorações aglomeradas.

Com o tempo livre durante a quarentena, Vieira decidiu criar um canal no Youtube para responder inúmeras mensagens de atletas que recebia em redes sociais, perguntando sobre a rotina dele e como praticava os treinamentos

O tatuiano criou o canal no dia 11 de abril e, em quatro dias, já contava com mais de mil inscritos. Atualmente, ele possui mais de 1.870 seguidores na plataforma. Somando os nove vídeos “no ar”, Vieira possui 20.039 visualizações.

Para assistir aos vídeos, basta pesquisar por “Thyago Vieira Négs” ou acessar o link: https://bit.ly/2VzHG4L.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome