Atividades virtuais de cultura local alcançam mais de 80 mil pessoas

Ação surgiu durante a quarentena e deve continuar nos próximos meses

304
Música na Praça ganhou versão on-line em tempos de pandemia (AI Prefeitura)
Publicidade
Da reportagem

As atividades virtuais realizadas pela Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude no período de quarentena já alcançaram mais de 80 mil pessoas nos últimos três meses.

As ações culturais em novo formato começaram desde que o estado decretou o isolamento social, em março, e os equipamentos de cultura tatuianos precisaram ser fechados ao público.

De acordo com o diretor do Departamento Municipal de Cultura e gestor do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, Rogério Vianna, toda a equipe do setor se mobilizou para buscar formas de manter atividades culturais durante a pandemia “e o ambiente virtual se mostrou a melhor alternativa por possibilitar um grande público, sem que as pessoas precisem sair de casa”.

“Desde que o estado decretou a quarentena, o secretário (de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude) Cassiano Sinisgalli, com toda a equipe da Cultura, tem trabalhado arduamente para que a cultura chegue até a casa dos tatuianos”, enfatizou o diretor.

Vianna destacou que, entre as ações que mais agregaram público, estão as lives do Projeto Música na Praça, transmitidas pela página da secretaria no Facebook. De março até meados de junho, foram dez apresentações, aos sábados, ultrapassando o alcance de 60 mil pessoas.

Publicidade

Outro destaque, segundo o diretor, é o projeto “#MuseuPauloSetubalEmSuaCasa”, que conta com atividades educativas. A ação inclui diversos documentários e um vídeo de apresentação do MHPS. Os materiais já alcançaram público de, aproximadamente, 20 mil pessoas, entre as páginas oficiais do equipamento no Facebook e YouTube.

“O Música na Praça possibilita entretenimento e a divulgação dos músicos da cidade; com os projetos educativos, fazemos homenagens e disponibilizamos um meio para que poetas e artistas possam se expressar, de dentro de suas casas, para um grande público. E ainda tivemos oportunidade de relembrar momentos históricos, com o ‘#Tatuídafestadobemfica’, e relatos sobre a tradição junina”, detalhou o diretor.

Conforme Vianna, com as atividades, um novo público passou a acompanhar as ações culturais tatuianas, inclusive pessoas que não costumam visitar os equipamentos da cidade.

“Com este mecanismo virtual, percebemos a presença de outro público, que foi além dos que já estávamos acostumados a ter nos eventos culturais e dos quais estão sempre articulando movimentos junto conosco nos projetos educativos do museu. Inclusive, novos grupos estão prestigiando a movimentação cultural da cidade”, observou o diretor.

Para alcançar maior público, todas as atividades do departamento são compartilhadas pelas redes sociais nos canais oficiais da Secretaria Municipal e nas páginas do Centro de Artes e Esportes Unificados “Fotógrafo Victor Hugo da Costa Pires”, o CEU das Artes, e do MHPS, que também tem canal no Youtube.

“Creio que estes mecanismos virtuais e essas atividades que estamos realizando pelo Facebook, pelo canal do Youtube, são de extrema importância para que todos possam ter este acesso à cultura, principalmente agora, em tempos de pandemia”, frisou.

Vianna ainda antecipou que, devido ao sucesso da ação virtual, mesmo depois do período da quarentena e com a reabertura dos equipamentos culturais, a intenção do departamento é manter as atividades online.

“Agora estamos trabalhando para manter este público online, e, depois da pandemia, o mecanismo virtual será mais uma forma de comunicar e apresentar o nosso trabalho para a população”, assegurou o diretor.

Vianna garantiu que, futuramente, todos os projetos que já estavam em andamento antes da quarentena – e os que ainda estão sendo produzidos pelo departamento – terão uma versão online em paralelo.

“É uma ferramenta a mais e que nos possibilita atender um público cada vez maior. Essa é a função do nosso setor: levar a cultura onde o povo está. Hoje, os equipamentos estão fechados, mas é importante mostrar que sempre há mecanismos para chegar ao público e com novas possibilidades de público”, concluiu o diretor.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome