Associados elegem delegada para representar agência local do Sicredi

Primeira assembleia da unidade tatuiana da cooperativa ocorreu dia 13

290
Presidente do Sicredi Nossa Terra PR/SP, Maura Carrara (foto: Eduardo Domingues)
Publicidade
Siltec
Da reportagem

A agência de Tatuí do Sicredi Nossa Terra realizou, na noite de sexta-feira da semana passada, 13, em espaço de eventos no município, a primeira assembleia local. No encontro, cerca de 340 associados presentes tiveram a oportunidade de eleger um delegado.

O encontro teve a presença da presidente do Sicredi Nossa Terra PR/SP, Maura Carrara, do gerente da agência tatuiana, Marco Aurélio Naves Camargo, do gerente de desenvolvimento e expansão da cooperativa, Alexandre Rubini Ambrósio, diretores e associados.

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa, fundada em 1902, que conta com 116 cooperativas. Está representada por mais de 1.700 agências e, atualmente, soma 4 milhões de associados em 22 estados e no Distrito Federal.

O processo decisório da instituição consiste em assembleias, realizadas em cada agência das 116 cooperativas. O objetivo é a escolha de um delegado, um vice-delegado, primeiro-suplente e segundo-suplente.

Posteriormente, o delegado escolhido tem de comparecer a uma assembleia geral, na sede do Sicredi Nossa Terra PR/SP, em Cafelândia (PR), para apresentar as deliberações locais. O representante também transmite demandas da unidade cooperativa que representa.

Publicidade
Siltec

Os eleitos ocupam as funções voluntariamente, por período de quatro anos. Contudo, na primeira eleição da agência de Tatuí, os escolhidos permanecem nos respectivos cargos por dois anos, pois este ser o período remanescente.

Durante evento realizado anteriormente, no dia 31 de janeiro, no Buffet Papo de Anjo, oito associados se candidataram à posição na unidade local.

Por maioria simples, os associados do município decidiram que os quatro representantes do Sicredi Nossa Terra de Tatuí são: Marisa Helena Antunes, como delegada; Antonio Celso Fiuza Júnior, vice-delegado, Eric Proost, primeiro-suplente; e Tirson José Antunes de Miranda, segundo-suplente.

Associada do Sicredi desde a fundação da agência tatuiana, no dia 18 de outubro de 2019, e integrante do “Comitê Mulher”, ao lado de Joana D’Arque Marcelo Della Terra Rodrigues, Marisa disse a O Progresso que se candidatou à vaga “por ser o momento de inserção da mulher no mundo dos negócios”.

“Creio que 2020 é um ano feminino, e espero poder ajudar as mulheres e a sociedade, pois, na vida, nós sempre temos que buscar o melhor”, afirmou a nova delegada.

Durante o evento, Maura apresentou as lideranças, o Comitê Mulher, o Comitê Jovem, projetou vídeos da participação em assembleias e atividades comunitárias desenvolvidas, informou como ser associado do Sicredi e quais os objetivos da cooperativa. Ainda relatou o início do cooperativismo no Brasil, apresentou relatórios e prestação de contas.

À reportagem, Maura reforçou que “a assembleia é o momento máximo do cooperativismo, no qual o associado decide os rumos da cooperativa”. “Para nós, esse é o momento mais importante, pois o associado exerce, de fato, o papel de dono do Sicredi”, salientou.

A presidente do Sicredi Nossa Terra PR/SP sustenta a necessidade do processo decisório diante da abrangência da área de atuação da cooperativa, com muitas agências. Ela reforça que as assembleias locais permitem a consolidação de votos de cada unidade para ser manifestada na assembleia geral.

“É na assembleia geral de delegados que os associados decidem o rumo do Sicredi, destinam resultados, definem o planejamento estratégico e elegem lideranças”, completou Maura.

Para Camargo, a primeira assembleia da agência tatuiana do Sicredi foi um marco para cidade e um sucesso. A noite esteve animada pelo Quarteto Bravo, formado pelos músicos: Bruno, Eduardo, Erick e Gustavo.

“Foi um prazer enorme. Sinto uma tamanha gratidão pela oportunidade que a cidade nos proporcionou, de podermos realizar esse evento com tanto sucesso”, celebrou Camargo.

“Quero agradecer aos músicos que vieram representar a nossa essência, como Capital da Música, nos disponibilizando um momento agradável e uma experiência única aos presentes”, completou.

Durante a assembleia, aconteceram os últimos sorteios das campanhas “Aplicação Premiada I” e “II”. Em quatro sorteios, Valquíria Fátima da Silva e Aparecida Maria Millen de Miranda foram agraciadas. Valquíria ganhou uma motocicleta e uma televisão, enquanto Aparecida recebeu uma motoneta e um drone.

De acordo com o gerente, a chegada da cooperativa ao município fortalece uma nova forma de gerar negócios. “O Sicredi traz um retorno não especificamente para o lado das contas, mas sempre voltado ao desenvolvimento social e de negócios, como agronegócio e empreendedores”, apontou.

Em relação ao trabalho a ser desenvolvida entre a delegada e a equipe da agência, Camargo frisa que a pessoa, para ser a representante, necessariamente tem de ser associada e fazer parte da “forma de pensar” do Sicredi.

Conforme o gerente, com o evento realizado no dia 31 de janeiro e a posterior divulgação, “os associados puderam perceber a importância da assembleia e a escolha de representantes, formando um elo entre eles e a cooperativa”.

“Nós somos um braço de convívio e relacionamento. Como os associados nos trouxeram alguns assuntos pertinentes à sociedade e aos empresários, nós podemos ser um facilitador daquilo que for necessidade. É um trabalho que dá para ser feito com muita união e o mesmo objetivo: o desenvolvimento da nossa sociedade”, sustentou.

Camargo informou que a agência local do Sicredi Nossa Terra está chegando a 750 associados, em cerca de cinco meses. “É um número bastante interessante, mas a expectativa para Tatuí é de que esse número permaneça em crescimento”, complementou Maura.

A escolha do Sicredi por uma agência em Tatuí, de acordo com o gerente de desenvolvimento e expansão Ambrósio, justifica-se pela intenção de crescimento gradativo.

Conforme ele, a partir de 1998, após o início da livre admissão – quando qualquer pessoa, além dos agricultores, pôde se associar à cooperativa -, o Banco Central autorizou as cooperativas a atuarem em todos os estados, atendendo qualquer público.

Atualmente, o Sicredi Nossa Terra PR/SP está atuando em 27 municípios de São Paulo. Segundo Ambrósio, a intenção da regional é de inaugurar mais seis agências somente neste ano, enquanto o sistema Sicredi deve abrir mais 71 agências.

“Obviamente, estamos crescendo gradativamente, no ‘coração’ do país, que é São Paulo. Posteriormente, o Sicredi ainda tem a intenção de ‘subir’ ao Brasil inteiro”, declarou.

Segundo Ambrósio, o diferencial do Sicredi em relação a outras instituições bancárias é que o lucro não é entregue aos acionistas e banqueiros, pois acaba sendo distribuído entre os associados.

Ele ainda ressalta “os projetos sociais, a transparência com a prestação de contas aos associados e o relacionamento mais humanizado”.

“Trabalhei 24 anos em bancos, e é muito diferente. Neste período, nunca conheci o presidente pessoalmente. Este é o terceiro evento do Sicredi em Tatuí e a Maura compareceu em todos”, finalizou.

Publicidade
Siltec