Associação pretende captar novos eventos e promover o turismo

    8053
    Publicidade
    Siltec
    EleService institucional
    Alessandra Bonilha, dra
    Anglo

    Em breve, Tatuí deve formalizar a criação de uma associação, denominada “Convention Tatuí e Região”. A iniciativa visa promover e fomentar o turismo com a divulgação de destinos e a captação de mais eventos por meio de um planejamento específico para o município e as cidades vizinhas.

    Conforme o vice-presidente do Comtur (Conselho Municipal de Turismo), César Augusto de Araújo, uma assembleia provisória a ser realizada no final deste mês ou início de abril irá formalizar a criação da associação.

    Araújo afirma que todo o “trade” turístico de Tatuí e região, em conjunto com a prefeitura, está se envolvendo na organização e na formação da entidade. A iniciativa ainda conta com apoio do Convention & Visitors Bureau São Paulo.

    De acordo com Araújo, a ACE (Associação Comercial e Empresarial) de Tatuí, o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e empresas como Hípica Centaurus, Sítio do Carroção e o Castelo Park Aquático, sinalizaram positivamente.

    “A resposta das empresas para apoiar a criação do Convention Tatuí e Região está sendo unânime”, expôs o vice-presidente. “Temos a intenção de ter um calendário turístico para toda a região, o que é nosso sonho”, afirmou Araújo.

    Publicidade
    Alessandra Bonilha, dra
    Anglo
    Siltec
    EleService institucional

    O consultor técnico da UneDestinos [União Nacional de CVBx (Convention e Visitors Bureau) e Entidades de Destinos] e presidente do Skal São Paulo, Aristides de La Plata Cury, está auxiliando o município na criação da associação.

    Conforme Cury, os CVBx possuem reconhecimento mundial “como uma receita de sucesso para o fomento da atividade econômica e do turismo de negócios, através de entidades agindo na captação de eventos e na divulgação dos atrativos turísticos de uma cidade ou região para aumentar o fluxo de visitantes”.

    Os associados de CVBx são, em grande maioria, a rede hoteleira, grandes empresas, governos, entidades de classe e mantenedores, como prestadores de serviços nas áreas de eventos, agências de viagens, receptivos, restaurantes e empresas aéreas.

    Cury, que participou da aplicação do CVBx em diversas capitais do país na década de 90, afirma que a organização mantém a mesma vocação para captar eventos, como congressos técnicos específicos e atividades corporativas, por exemplo.

    O consultor assegura que os eventos são estimulados com o objeto de uma ação de marketing, promovendo mais que apenas o local que sedia a atividade.

    Cury reforça que toda a cidade é beneficiada com a captação desses eventos, que favorecem hotéis, restaurantes e lojas, permitindo a movimentação da economia local.

    “No turismo de negócios, os profissionais vão para um município para participar de um congresso. Se gostarem do local, podem retornar para passear ou passar as férias com a família”, indicou.

    O profissional entende que cada região possui a própria vocação turística. Além do Conservatório Dramático e Musical “Doutor Carlos de Campos”, Cury cita o “61º Campeonato de Voo a Vela do Sudeste”, realizado no Aeroclube de Tatuí no inicio deste mês, como uma referência para a cidade.

    De acordo com Cury, quando os turistas chegam a um município, recebem referências de locais que não podem deixar de conhecer. Segundo ele, esses atrativos turísticos ajudam a atrair o fluxo de visitantes.

    O consultor técnico ressalta que a iniciativa do Comtur, pelo presidente Wagner Eduardo Graziano e vice Araújo, para a criação da associação, “vai estimular fluxo turístico e tornar a região, como destino, mais competitiva”.

    Ele ratifica que os benefícios, em um primeiro momento, serão para as empresas diretamente ligadas ao turismo, como hotéis, restaurantes e, no caso de Tatuí, as docerias.

    Na sequência, Cury garante que as vantagens serão notadas indiretamente, pois causarão impactos na economia local e beneficiarão a todos.

    “O turista não vai ao açougue, mas o turismo vai. O visitante almoça em um estabelecimento, mas, depois, o empresário vai precisar comprar mais carnes para repor o estoque”, exemplificou.

    De acordo com Cury, a comunicação é muito importante para a composição da força de um destino mais competitivo, pois ela pode possibilitar o envolvimento da população.

    O consultor técnico destaca o contato do turista com os moradores da cidade. Conforme ele, “o lado cordial do brasileiro e a receptividade do interior proporcionam o retorno e a indicação do local”.

    “A população faz parte do produto turístico, pois os moradores fazem parte da experiência de um turista”, observou.

    “Campanhas viabilizadas pelos veículos de comunicação são fundamentais para criar uma sinergia positiva para beneficiar a todos”, completou Cury.

    Araújo informou que a assembleia provisória será realizada com o estatuto do CVBx, para adaptá-lo de acordo com o projeto desenvolvido para Tatuí e região. Nesse encontro, uma nova assembleia será agenda para a apresentação da constituição da nova organização.

    Conforme Cury, após a formalização do Convention Tatuí e Região, a entidade poderá seguir realizando a adesão de novas empresas. Segundo ele, a diretoria da organização é provisória e se torna definitiva a partir da segunda assembleia.

    Publicidade
    Siltec
    Anglo
    EleService institucional
    Alessandra Bonilha, dra