‘As Marias’ realiza workshop  de improvisação coreográfica

Encontro será feito pela plataforma Zoom com vagas limitadas

126
Encontro virtual é voltado para estudantes de artes, grupos e coletivos artísticos (foto: divulgação)
Publicidade
Da redação

O grupo de teatro de rua “Cia. As Marias”, de São Bernardo do Campo, está com inscrições abertas para workshop de improvisação e composição coreográfica. O encontro será realizado via plataforma Zoom, dia 23 de outubro, das 15h às 17h. São disponibilizadas 30 vagas para artistas tatuianos.

O encontro é voltado a estudantes de artes cênicas, grupos e coletivos artísticos. As inscrições seguem até esgotarem-se as vagas. O formulário para preenchimento dos dados pode ser encontrado no https://bit.ly/3lQnVAq.

De acordo com Patrícia Santos, integrante da Cia. As Marias, a ação é uma adaptação virtual e faz parte do projeto “An.dor – As Ruas são para Dançar!”, contemplado pelo Proac (Programa de Ação Cultural), no edital “Circulação de Dança” (04/2019).

O espetáculo “An.dor”, pensado e criado para os espaços urbanos e apresentações em ruas e praças públicas, iria percorrer os municípios de São Bernardo do Campo, Santo André, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires, Santos, Cubatão, Tatuí, Matão e Birigui.

Patrícia explica que as cidades foram escolhidas para a circulação do espetáculo buscando promover “o acesso amplo da população à dança” no interior do estado. Contudo, o projeto original foi interrompido, em março, devido à pandemia, e as apresentações presenciais acabaram suspensas.

Publicidade

“Com este workshop, a gente pretende chegar aos artistas de todo o interior, principalmente os das cidades em que iríamos circular. No projeto original, faríamos o encontro na cidade antes da apresentação do espetáculo, mas, com a readequação devido à pandemia da Covid-19, vamos fazer online, buscando falar e contatar os artistas”, afirmou Patrícia.

Segundo ela, a Cia. As Marias conduzirá o workshop compartilhando possibilidades de criação e improvisação a partir de pesquisa sobre a dança em espaços urbanos e reflexões diante do contexto da pandemia de Covid-19.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome