Aposentado de 50 é contido e tido como autor de furto no PS

2562
Publicidade

Um aposentado de 50 anos deve responder por furto consumado, conforme boletim de ocorrência registrado na tarde do sábado, 18. O homem é apontado como autor de um crime ocorrido no Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”, praticado contra uma segurança de 43 anos.

A vítima seria mãe de um policial militar, chamado para deter o acusado. Apesar de mencionado pelos envolvidos como autor, o homem não consta como indiciado. Em função disso, não teve o nome revelado.

A vítima abordou um PM na recepção do ambulatório. Ela disse que a carteira havia sido levada enquanto aguardava chamado para atendimento. No acessório, havia documentos pessoais e R$ 50.

Na conversa com o militar, a segurança disse que havia apenas um casal ao lado dela. O homem e a mulher, porém, teriam deixado o ambulatório.

Para esclarecer o ocorrido, o militar localizou a mulher e, posteriormente, o marido dela. O homem estava imobilizado e apresentava uma lesão no nariz. Ele teria sido detido pelo filho da vítima, que foi prestar apoio à mãe.

Publicidade

Em função do ferimento, o aposentado precisou voltar ao pronto-socorro. Depois de ser atendido, foi levado ao plantão da Polícia Civil, onde teve fiança arbitrada em R$ 950 pelo delegado plantonista.

Publicidade