Anunciada a mudança de nome de polo e investimentos na Educação

210
Publicidade
Siltec





Na quinta-feira, 2, a Prefeitura anunciou mudanças no projeto de centralização dos setores que compõem a Secretaria Municipal da Educação, Cultura e Turismo. De acordo com a assessoria de comunicação do Executivo, o Polo Municipal da Educação passará a se chamar CIE (Centro Integrado de Educação).

A implantação do polo havia sido antecipada pelo jornal O Progresso na edição do dia 25 de dezembro. Na ocasião, o prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, informou que ele funcionaria num prédio adquirido pela Prefeitura no Jardim São Paulo. Nesta semana, a comunicação disse que o imóvel fica no Jardim Junqueira.

O investimento é considerado importante para o setor da Educação. A Prefeitura comprou o imóvel por R$ 1,2 milhão e projeta concentrar em um único lugar a secretaria, a garagem e o almoxarifado do setor, além do Nate (Núcleo de Atendimento Terapêutico Educacional). Este último, atende crianças com dificuldades de aprendizado e com sintomas de hiperatividade.

“Estamos devolvendo quatro prédios alugados, que juntos somavam cerca de R$ 20 mil por mês. Ou seja, em pouco mais de quatro anos, pagaremos o prédio, evitando o aluguel e incorporando patrimônio à nossa cidade”, declarou o prefeito em nota enviada à imprensa por meio do setor de comunicação.

Publicidade
Siltec

Além do imóvel, o Executivo anunciou a aquisição de outro prédio, este, situado na avenida Cônego João Clímaco de Camargo (das Mangueiras). Ele fica ao lado do paço municipal e será adaptado para atender 200 crianças.

A creche funcionará até às 19h, “dando maior conforto e comodidade aos pais que precisam buscar seus filhos após a saída do trabalho”, conforme informou o setor de comunicação. O imóvel custou “mais de R$ 1,6 milhão”.

Também por meio de nota, a titular da pasta da Educação, Ângela Sartori, afirmou que “a construção representa economia, já que as creches construídas através de parceria com o governo federal custam, em média, R$ 1,2 milhão, mais o terreno, o que faz o investimento total passar dos R$ 2 milhões”.

Segundo ela, outro ponto importante do investimento é que a nova estrutura “abrigará 80 crianças a mais do que o padrão estabelecido pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação)”.

“O terreno tem mil metros quadrados e está localizado numa área nobre (zoneamento 1), onde a demanda por vagas é maior, o centro da cidade. E o principal: começa a funcionar imediatamente, com a necessidade de apenas algumas adequações”, disse ela, em texto enviado pelo setor de comunicação.

Como já anunciado pelo prefeito, os recursos utilizados para aquisição dos imóveis vieram dos 40% do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Esse é o percentual destinado à aplicação na aquisição de prédios e melhorias estruturais e, de acordo com a assessoria de comunicação do Executivo, “não compromete o rateio do bônus dos professores que já está garantido para 2014”.

A expectativa é que os ajustes estruturais e adequações sejam iniciados nos primeiros meses deste ano.

Na mesma nota, o prefeito anunciou a construção de dois ginásios esportivos associados às escolas municipais de ensino fundamental “Magaly Azambuja de Toledo”, no Jardim Santa Rita, e “Acácio Vieira de Camargo”, que fica no São Cristóvão. As obras estão orçadas em R$ 648 mil.


Publicidade
Siltec