Alunos do ‘Arte pela Vida’ apresentam-se no ‘Música na Praça’

643
Apresentação coordenada por Rodrigo Sacco tem alunos de 7 a 17 anos (foto: AI Prefeitura)
Publicidade

A prefeitura, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, promove neste sábado, 26, às 11h, na Praça da Matriz, mais uma edição do Projeto Música na Praça.

O evento, que também conta com apoio cultural do Conservatório de Tatuí, da Cooperativa de Consumo (Coop), da Padaria Onze e da Abaçaí Cultura e Arte, recebe os alunos da oficina de percussão do Centro de Desenvolvimento Social “Arte Pela Vida”.

A apresentação tem a finalidade de mostrar os resultados obtidos nas oficinas em grupo, coordenadas por Rodrigo Sacco, com alunos de 7 a 17 anos, que oferecem pesquisas de ritmos regionais e folclóricos, responsáveis pela composição da música brasileira. Entre esses ritmos, estão o coco, a ciranda e o maracatu.

Fundado em setembro de 2003, o Centro de Desenvolvimento Social “Arte Pela Vida” é uma organização da sociedade civil (OSC) com certificação de entidade beneficente de assistência social, concedida pelo governo federal, e que tem como principal objetivo o “desenvolvimento e incentivo a atividades culturais e artísticas na promoção da cultura”.

Atualmente, o “Arte Pela Vida” desenvolve trabalho social com 70 crianças e adolescentes em Tatuí, ministrando oficinas de violão, percussão, musicalização infantil e cidadania, com o objetivo de “proporcionar a oportunidade de participarem efetivamente de atividades artístico-culturais, complementando a educação formal, encontrando nessas atividades uma forma de crescimento integral e promoção da cidadania”.

Publicidade

Por meio das oficinas de arte, o Centro de Desenvolvimento Social “Arte Pela Vida” “desenvolve dons e aptidões, que ajudarão os alunos em seu autodesenvolvimento, autoestima e sociabilização”, conforme divulgado pela assessoria de comunicação da prefeitura.

Publicidade