A Volta

224
Publicidade
Raymundo Farias de Oliveira

Ao contemplar o campanário

no azul imenso

da paisagem sertaneja

uma emoção inexpugnável

bateu forte no meu peito

Publicidade

e eu entrei na minha

aldeia natal

nadando nadando

desesperado

no rio de minhas lágrimas…

Publicidade