54% dizem se sentir ‘bem’ com médico de outro país

348
Publicidade
Siltec





A enquete realizada no site de O Progresso nas últimas semanas mostrou que a maior parte dos leitores aprova o programa “Mais Médicos”, do governo federal, e não vê problema em ser atendida por médico estrangeiro.

De acordo com o resultado, 54% dos leitores apontaram que se sentiriam seguros ao passar por atendimento com profissionais de saúde vindos de outros países. Já 46% das pessoas responderam que “não” se sentiriam seguras.

A pergunta foi feita com base na entrevista que o prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, deu ao jornal. Ele admitiu existir estudo para terceirização do Pronto-Socorro “Erasmo Peixoto” e disse que o motivo seria a falta de médicos e o desinteresse dos profissionais por Tatuí.

“Não posso por em risco uma população do tamanho da nossa cidade, não tendo médicos para dar um atendimento tão essencial à vida”, disse o prefeito, que espera receber profissionais estrangeiros por meio do programa Mais Médicos.

Publicidade
Siltec

De acordo com Manu, o município já se inscreveu para a segunda etapa do programa. A expectativa é de que, com os novos profissionais estrangeiros, a Prefeitura possa oferecer melhor atendimento e diminuir o número de reclamações.

Homicídios

A partir deste final de semana, nova pergunta estará disponível em O Progresso Digital, desta vez relativo à segurança pública.

A Polícia Civil “comemorou” as estatísticas referentes ao número de homicídios na cidade no ano passado.

O delegado titular José Alexandre Garcia Andreucci informou que Tatuí está entre uma das cidades mais seguras do Estado. Em especial, por conta do número de assassinatos em 2013: quatro casos – todos esclarecidos.

Para Andreucci, trata-se de recorde histórico. O número é o mais baixo desde 2001, ano no qual a Secretaria da Segurança Pública criou o Sistema Estadual de Coletas de Estatísticas Criminais.

Conforme o titular, a redução é “muito relevante”, porque se trata de um crime “extremamente violento e que ceifa vidas”.

Por conta disso, o jornal pergunta: “Você considera Tatuí uma cidade segura, tendo em vista o número de homicídios registrados no ano passado (quatro, no total)?”

As respostas são “sim” e “não”. A enquete estará disponível a partir deste sábado, 4, no endereço eletrônico www.oprogressodetatui.com.br. As votações encerram-se em 10 de janeiro. O resultado será divulgado na edição do dia 12.


Publicidade
Siltec