500 casas ganharão escritura em 3 bairros

    Convênio entre a prefeitura e o Instituto de Terras possibilitará regularização fundiária

    932
    Secretária Juliana Mantovani; prefeita Maria José; presidente do Itesp, Claudemir Peres e a arquiteta Natalie Sallum Barusso (foto: AI Prefeitura)
    Publicidade
    EleService institucional
    Siltec
    Anglo
    Liderança Ferramentas
    Alessandra Bonilha, dra

    A prefeitura de Tatuí assinou na quarta-feira, 20, convênio com o Programa de Regularização Fundiária Urbana e Rural, da Fundação Itesp (Instituto de Terras do Estado de São Paulo), que possibilitará a entrega gratuita de escrituras a 500 imóveis nos bairros Jardim Rosa Garcia, Congonhal e Santuário.

    O órgão do governo do estado, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, recebeu representantes de diversos municípios no auditório do Espaço da Cidadania “André Franco Montoro”, no prédio da secretaria.

    A prefeita Maria José Vieira de Camargo e a secretária do Planejamento e Gestão Pública, Juliana Rosseto Leomil Mantovani, estiveram presentes.

    A solenidade também contou com os secretários da Justiça e Cidadania, Paulo Dimas Mascaretti; da Habitação, Flavio Amary; do Planejamento e Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi; e do diretor executivo da Fundação Itesp, Claudemir Peres.

    Conforme informado pela assessoria de comunicação da prefeitura, já foram realizados estudos nos bairros Jardim Rosa Garcia, Congonhal e Santuário. A partir da formalização do convênio, serão realizados os trabalhos técnicos, para que, em breve, todas as famílias recebam os títulos de propriedade.

    Publicidade
    Anglo
    Liderança Ferramentas
    Siltec
    Alessandra Bonilha, dra
    EleService institucional

    Para a prefeita, “Tatuí está caminhando para a realização do sonho de centenas de famílias, com a legalização dos imóveis e regularização da documentação”.

    “É uma política pública com segurança jurídica e levando mais dignidade para estas famílias, muitas delas sem condições financeiras de resolver esta situação”, ressaltou Maria José, por meio de nota.

    A O Progresso na quinta-feira, 22, o ex-prefeito e ex-deputado estadual Luiz Gonzaga Vieira de Camargo destacou que a assinatura do convênio está “coroando” um trabalho iniciado por ele, enquanto prefeito de Tatuí.

    “É um projeto que nós iniciamos na minha gestão e que, infelizmente, no governo anterior, ficou parado. Mas, agora, foi assinada a legalização destes 500 imóveis, sobre os quais as pessoas poderão conquistar o título de propriedade”, iniciou.

    Gonzaga contou que as documentações serão cedidas para aqueles que compraram imóveis com “contratos de gaveta” e que ainda não contam com a escritura, o que impede a venda e até mesmo a viabilidade de financiamento de construção e reforma junto aos órgãos federais.

    “Com o convênio, as áreas serão legalizadas e os títulos de propriedade, entregues com escritura e tudo regularizado, livre de qualquer despesa para os proprietários”, acrescentou.

    De acordo com o ex-deputado, a prefeitura vai procurar os moradores das áreas onde já foram realizados os estudos. Os técnicos do Itesp ficarão encarregados das medições de cada imóvel para a regularização das documentações.

    “Nós já fizemos o levantamento, está identificado o pedaço que cada imóvel ocupa e os proprietários aos quais os bens pertencem de fato, mas não de direito. Cada um vai ter uma planta com tudo identificado, lote por lote, casa por casa”, contou.

    Para Gonzaga, o convênio ainda trará benefícios para o município, possibilitando maior arrecadação. Ainda segundo ele, a intenção da prefeita é entregar os títulos de propriedade ainda no segundo semestre de 2019.

    “É um trabalho que nós fizemos e que, agora, tem essa continuidade. Já está tudo caminhando e, até o final do ano, a prefeita deve estar entregando os títulos para cada proprietário”, completou.

    Publicidade
    Anglo
    Alessandra Bonilha, dra
    Liderança Ferramentas
    EleService institucional
    Siltec