Mulher achada morta em estrada da cidade é identificada por mãe

344





O corpo de uma das mulheres encontradas mortas na estrada que liga o centro ao distrito de Americana foi reconhecido como sendo de Vanessa Cristina Ribeiro dos Santos, de 29 anos.

Na terça-feira, 24 de junho, a mãe da jovem reconheceu o corpo da vítima como sendo a filha dela, que estaria desaparecida desde o dia 11 de junho.

Vanessa foi encontrada morta na quinta-feira, 12 de junho. A mulher é natural de São Luís (Maranhão), mas morava, atualmente, na rua Aldo Bellentani, vila Zacarias, em Sorocaba.

Um dia após a morte de Vanessa, a mãe dela registrou boletim de ocorrência, comunicando sobre o desaparecimento da filha. De acordo com o documento, Vanessa era viciada em crack, ingeria diariamente bebidas alcoólicas e não possuía telefone celular.

De acordo com laudo de exame de corpo de delito, Vanessa foi asfixiada por estrangulamento. Há indícios, também, de que teria sido abusada sexualmente e amarrada.

Ainda conforme o laudo, a vítima estava com hematomas no corpo, “dois sulcos de compressão incompletos ao redor do pescoço, paralelos, na região cervical esquerda e anterior”.

Conforme o titular da Delegacia Central, delegado Paulo Cezar Tolentino, não há indícios de envolvimento de pessoas da cidade. As investigações estão ocorrendo com colaboração da Polícia Civil de Votorantim e Sorocaba.

Segundo o delegado, o ex e o atual marido de Vanessa foram escutados. Somente pessoas que residem em Votorantim e Sorocaba deverão prestar esclarecimentos sobre o caso.

Ainda de acordo com Tolentino, a Polícia Civil não trabalha com nenhum suspeito de ter cometido o crime.

A outra mulher encontrada morta no mesmo local que Vanessa, dia 18 de junho, ainda não foi identificada.

Conforme o delegado, não há como saber se as mortes possuem ligação. Todas as delegacias do Estado de São Paulo receberam mensagem contendo informações e fotografia da segunda vítima, para que ela seja identificada.