Motódromo recebe 5ª etapa do ‘Paulista de Motocross’

270





Os motores voltam a roncar mais alto em Tatuí neste final de semana. O município recebe neste sábado, 23, e domingo, 24, a 5ª Etapa do “Campeonato Paulista de Motocross”. A competição será realizada no Motódromo “Altair Passerani Filho”, no bairro Inocoop, com primeira largada às 11h.

De acordo com regulamento, no sábado, os pilotos farão treinos entre as 14h30 e 17h30. No domingo, os treinos acontecerão pela manhã, das 9h às 10h30. A competição é realizada em 13 categorias. Para participar, é necessário pagar taxa que varia de R$ 50 (para uma categoria), R$ 100 (duas) a R$ 150 (três).

O Paulista reunirá pilotos na MX 1, MX 2, MX 3, MX 4, MX 5, MX Gold, intermediária, MXN 2, MXN 3, MXN Gold, Junior e minimoto. Segundo o regulamento, a categoria que tiver até cinco pilotos será unida à outra superior.

As provas terão dois tempos de duração, sendo 15 minutos mais duas voltas para a MX 1, MX 2, MX Gold e MXN Gold. Nas demais, conforme o regulamento, o tempo será um pouco menor, de 12 minutos mais duas voltas.

Serão oferecidos troféus do 1o até o 7o colocado em todas as categorias da competição. A organização também cederá troféus para os dez primeiros colocados que cruzarem a linha de chegada nas provas da MX Gold e MXN Gold.

O regulamento disponível no site da Vitória Moto Clube (http://www.vitoriamotoclube.com.br/regulamento.php) inclui, ainda, pontuação das provas. Os pilotos que terminarem em primeiro conquistarão 20 pontos. O segundo lugar vale 17; o terceiro, 15; o quarto, vale 13 pontos; o quinto, 11; o sexto lugar renderá dez pontos; o sétimo, nove; o oitavo, oito pontos; o nono lugar, sete; os que chegarem em décimo, terão seis pontos.

Do décimo primeiro ao décimo quinto colocados, os pilotos receberão, cinco, quatro, três, dois e um ponto, respectivamente. Na penúltima e última etapa do “Paulista de Motocross MX 1-MX 2”, a pontuação será diferenciada.

As inscrições serão recebidas no sábado, das 12h às 17h. No domingo, os pilotos ainda têm chances de competir, preenchendo ficha no horário das 8h às 9h30.

A etapa no município acontece sob supervisão da FMESP (Federação de Motociclismo do Estado de São Paulo) e conta com novidade. A principal é a inversão do sentido da pista de 1.700 metros, conforme divulgou a entidade.

Os reajustes no motódromo foram feitos especialmente para receber a competição. A mudança é considerada algo “totalmente novo para os pilotos”. Até então, o circuito seguia sentido oposto – o mesmo usado em eventos anteriores.

As alterações seguiram sugestões apresentadas por participantes de provas realizadas em 2013. Na ocasião, mais de 250 pilotos participaram da prova na cidade. Para esta quinta etapa, a organização espera que o “número seja superado”.

A mesma expectativa se repete com o público. Em edições anteriores, a organização mensurou participação de mais de 8.000 pessoas. Para receber a plateia, a organização implantará área de alimentação e banheiros químicos.

Conforme a FMESP, o piloto Giovanny Camargo, de Capão Bonito, é o grande adversário dos competidores que representam Tatuí. Ele lidera as categorias MX 1, MX 2 e MX Gold. Camargo é seguido, bem de perto, por Daniel Caputo (segundo colocado na MX 1) e por João Vitor Cardeli (vice-líder da MX 1, da MX Gold e destaque como primeiro colocado na categoria MX 3).