Mais de 1.720 alunos integram ação do Instituto Ayrton Senna

1691
Reunião dos gestores e coordenadores do programa que atende Tatuí (foto: AI Prefeitura)
Publicidade

O programa Gestão da Política de Alfabetização, fruto de parceria entre a Prefeitura de Tatuí, pela Secretaria da Educação, e o Instituto Ayrton Senna da Silva (IAS), já atendeu, desde a implantação, em agosto de 2017, a 3.104 alunos dos terceiros anos do ensino fundamental da rede municipal, somando 1.377 alunos em 2017 e 1.727 em 2018.

Tatuí, juntamente com Ribeirão Pires e São Vicente, são os únicos três municípios do Estado de São Paulo a receberem parceria com o IAS para o programa Gestão da Política de Alfabetização.

Com o intuito de atender a todas as Emefs que possuem essa etapa do ensino fundamental, o programa é realizado durante todo o ano letivo e conta com a participação de todos os diretores, coordenadores, professores dos terceiros anos e professores que atendem aos grupos de apoio.

Segundo a responsável pelo programa na Supervisão de Ensino, Elisângela da Costa Rosa Cecílio, todos os profissionais passam por uma preparação para o desenvolvimento do programa, que é a “formação continuada”.

“Essa formação os prepara para atender aos alunos com o material de estudo que o IAS fornece, bem como as estratégias para trabalhar o mesmo”, declarou Elisângela.

Publicidade

Durante o ano, os alunos passam por avaliações, realizadas por meio de diagnósticos e processuais de português e matemática, nos quais são classificados os níveis de aprendizagem de cada um, e aqueles que apresentam maiores dificuldades (níveis 1 e 2) são agrupados em turmas de apoio.

“Tudo isso é realizado para que, ao final do terceiro ano, eles possam obter melhores resultados e garantir a educação integral, de forma que sejam ampliadas as possibilidades de sucesso na continuidade da vida escolar”, completou a supervisora.

O programa oferece benefícios que permitem um “outro olhar” para os alunos que apresentam dificuldades no processo de alfabetização, “oportunizando a ficarem com seus professores para uma atenção mais individualizada, de acordo com os agrupamentos”, conforme apontado pela assessoria de comunicação da Prefeitura.

“Com isso, obtivemos um avanço no processo de aprendizagem dos alunos”, concluiu Elisângela.

O programa Gestão da Política de Alfabetização consiste em uma parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria da Educação, e o Instituto Ayrton Senna da Silva, que se concretiza com ações pedagógicas que visam à “educação de qualidade”.

O programa é baseado em dois pilares: proporcionar uma educação integral aos estudantes, oferecendo espaço para o desenvolvimento de competências cognitivas e socioemocionais e garantir a alfabetização na idade certa, contribuindo para manter o fluxo escolar regular.

Publicidade