Lions Clube Tatuí comemora 65 anos de fundação neste dia 2 de setembro

511
Fotos: Arquivo Lions Clube
Da redação

O Lions Clube Tatuí completou, neste dia 2 de setembro, 65 anos de fundação. Segundo informações do livro “Leão Sabido”, em sua 38a edição, escrito por Áureo Rodrigues e Denise Rodrigues, o LC local foi o 48o clube a ser fundado no Brasil.

Atualmente, com 112 associados, é o terceiro clube do Movimento Leonístico brasileiro em número de integrantes. Na organização regional, é vinculado ao Distrito LC-2, que reúne clubes de São Paulo, Itu, Sorocaba, São Roque, Votorantim, Itapetininga, Indaiatuba, Registro, Boituva e Cerquilho, entre outras cidades.

Na gestão 2020/2021, o presidente do LC Tatuí é o jornalista Christian Pereira de Camargo. O atual ano leonístico é de 1º de julho de 2020 a 30 de junho de 2021.

Neste ano, o clube tem dois de seus representantes nos maiores cargos do Distrito LC-2. A governadora é a empresária Aparecida Maria Millen de Miranda e o presidente do Distrito LEO LC-2 é o estudante universitário Victor Antonio Lisboa.

Segundo registros oficiais de Lions Internacional, nos primeiros dois meses do ano, o LC Tatuí já impactou na vida de mais de 3.600 pessoas, através de suas ações. “Neste período de pandemia da Covid-19, o clube se mantém ativo, principalmente nas atividades relacionadas às causas humanitárias”, ressalta a assessoria de comunicação do LC local.

Atividades sociais são realizadas regularmente. Entre as entidades já beneficiadas na atual gestão, estão: Apae, Casa do Bom Velhinho, Casa de Apoio aos Irmãos de Rua, Banco de Sangue da Santa Casa de Misericórdia e o GPaci (Sorocaba).

“O clube tem uma grande participação junto à comunidade e a pandemia não interferiu no trabalho realizado. Nós nos adaptamos à nova realidade, realizando as reuniões virtuais com nossos associados e atividades sociais com grupos reduzidos, mantendo as condições sanitárias vigentes”, declarou Camargo.

Como objetivo no mandato de presidente, ele afirma querer ampliar as atividades sociais, de ajuda às entidades locais. “Lions tem o propósito de unir pessoas em causas humanitárias, e vejo que todo o nosso grupo está unido neste sentido e bastante animado com o nosso cronograma de trabalho”, apontou o presidente.

Como atividades relacionadas às comemorações dos 65 anos, Camargo destaca que elas se iniciarão neste mês de setembro.

“Temos uma missa em Ação de Graças programada para acontecer no próximo dia 13, no Santuário e Paróquia Nossa Senhora da Conceição, e a nossa reunião festiva, dia 25 próximo, respeitando as normas vigentes do enfrentamento da pandemia e com transmissão online pelas redes sociais”, conta.

“Ainda, nos próximos dias, vamos lançar mais uma atividade, que é o Desafio de Mountain Bike, inédito ainda na região, onde os participantes poderão realizar seus percursos individualmente e registrá-los através de um aplicativo”, antecipa Camargo.

No cronograma de aniversário, o presidente pretende anunciar, ainda neste mês, a data do lançamento do livro “Lions Clube Tatuí 65 anos”, que teve o patrocínio do Sicredi para a edição e cuja renda será revertida para as obras humanitárias da Fundação de Lions Internacional (LCIF). Outro objetivo é a construção de um “marco leonístico”, em local ainda a ser definido.

Camargo destaca que, neste Ano Leonístico, o LC Tatuí irá comemorar os 50 anos do Clube de Mães “Vera Peixoto”, os dez anos do Banco de Cadeiras de Rodas “MJF José Simões de Almeida” e os dez anos de fundação do LEO Clube de Tatuí.

“O LC Tatuí, ao longo de mais de seis décadas, construiu um legado de obras e ações em favor da comunidade local, que é de conhecimento público. Isso se deve aos companheiros leões que por aqui passaram e deixaram seu trabalho e sua dedicação. Cada um, a seu tempo, deu sua colaboração”, concluiu o presidente.

Um pouco de história

A primeira reunião do Lions Clube Tatuí foi realizada no Restaurante Recreio. O clube padrinho foi o Lions Clube de São Paulo Centro e os padrinhos físicos foram os “leões” Virgílio Montezzo Filho (o Zezico) e Assumpto Iaconelli, pertencentes ao clube de serviço da capital.

A Carta Constitutiva foi entregue, “por feliz coincidência” – ressalta a assessoria -, exatamente um ano após a fundação, no dia 2 de setembro de 1956.

Os sócios fundadores foram: Fortunato Minghini, Paulo San Juan, Edgard Augusto Vieira, Ary Pereira Fiúza, Adriano Seabra Mayer, Osmar Augusto, José Erasmo Peixoto, Alcyr Menezes da Silva, Aristides Vasconcelos, Francisco Catto, Hélio Costa, José Carlos Holtz, José Santos de Campos, José Simões de Almeida, Alfredo Albertone, Ary Villa Nova, Hamilton Pontes de Abreu e Medardo da Costa Neves, em um total de 18 pessoas.

A primeira diretoria do LC local, em 1955/1956, esteve assim constituída: presidente, Fortunato Minghini; primeiro-vice-presidente, Paulo San Juan; segundo-vice-presidente, Hamilton Pontes de Abreu; terceiro-vice-presidente, Edgard Augusto Vieira; primeiro-secretário, Ary Pereira Fiúza; segundo-secretário, Adriano Seabra Mayer; primeiro-tesoureiro, Osmar Augusto; segundo-tesoureiro, José Erasmo Pereira Peixoto; diretor social, Aristides Vasconcelos; diretor animador, Francisco Catto; e vogais, Armando Minghini, Felice Galina, José Carlos Holtz e José Simões de Almeida.

Em todos os 65 anos de vida leonística, centenas de doações foram feitas por todas as diretorias, e o primeiro serviço prestado à comunidade pelo LC foi a inauguração do Banco de Sangue, atualmente denominado “CL Fortunato Minghini”.

O Lions Clube de Tatuí possui sede própria desde a gestão 1992/1993, na vila Dr. Laurindo, à rua 7 de Setembro, 735, onde funciona o Centro Assistencial e o Clube de Mães “Vera Peixoto”.

No local, são ministrados vários cursos a mães carentes e residentes na comunidade e onde funciona o Banco de Cadeiras de Rodas “MJF José Simões de Almeida”.

Foram presidentes do LC Tatuí: Fortunato Minghini (1955/1956), José Carlos Holtz (1956/1957), José Erasmo Pereira Peixoto (1957/1958). Adriano Seabra Mayer (1958/1959), Domingos Cárdenas Júnior (1959/1960), José Carlos Holtz (1960/1961), Eduardo Jenner Farias (1961/1962), Lázaro Jonas Simões de Almeida (1962/1963), Altair Passerani (1963/1964), Nelson Fiúza Bueno (1964/1965), Luiz Sato Júnior (1965/1966), Júlio Inácio Vila Nova (1966/1967), Mário Longhi (1967/1968), Orlando Lisboa de Almeida (1968/1969), José Simões de Almeida (1969/1970), Ubirajara Loretti (1970/1971), Gilberto Sampaio Mercadante (1971/1972), Clóvis dos Santos (1972/1973), Aldrovando Vicente Parisi (1973/1974), José Urso Sobrinho (1974/1975), Saladino Simões de Almeida (1975/1976), Ogeniro Rodrigues da Silva (1976/1977), Walter Rodrigues Alves (1977/1978), José Geraldo de Almeida (1978/1979), José Moreno (1979/1980), Francisco de Camargo Barros (1980/1981), Henrique Simões de Almeida (1981/1982), Juvenal de Medeiros Filho (1982/1983), João Mário Lourenço (1983/1984), Luiz Reinaldo D´Abronzio Vargas (1984/1985), José Maria Machado (1985/1986), Cláudio Alves de Lima (1986/1987), Luiz Carlos Mantovani (1987/1988), Hélio de Barros (1988/1989), Gabriel Ruivo (1989/1990), Sérgio Costa Brentan (1990/1991), José Maurício Miranda (1991/1992), Jaidival Ferreira da Silva (1992/1993), José Roberto Mello Sá (1993/1994), Pedro Adilson Pavanelli (1994/1995), Edson Leite da Mota (1995/1996), Mário Luis Rodrigues da Costa (1996/1997), José Eugênio Pozzi (1997/1998), João Maurício Peixoto (1998/1999), Antonio de Camargo Barros (1999/2000), Hélio Loretti (2000/2001), Raul Vallerine (2001/2002), José Paulo Antunes dos Santos (2002/2003), Marcel Elizabeth L. Proost (2003/2004), Genor Luiz Ferro (2004/2005), Duílio Snacinetti (2005/2006), Neusa Dantas Ferreira da Silva (2006/2007), Daniel de Almeida Cubas (2006/2007), Adauto Pereira Sobrinho (2008/2009), Jorge Brisola Seabra (2009/2010), Tirson José Antunes de Miranda (2010/2011), João Abílio de Sá (2011/2012), Milton Pires Correa (2012/2013), Adib Millen (2013/2014), Paulo Roberto Gonçalves (2014/2015), Aparecida Maria Millen de Miranda (2015/2016), Josefina Berti dos Santos (2016/2017), Izualdo Mauro de Marchi (2017/2018), Mário Celestino Peixoto (2018//2019) e Marcos Antonio de Almeida (2019/2020).