Lar São Vicente de Paulo comemora os resultados da Festa da Caridade

1225
Procissão do Santíssimo Sacramento percorreu as ruas da cidade em direção ao Lar São Vicente (foto: divulgação)
Publicidade

Na semana anterior, dois eventos beneficentes foram realizados no Lar São Vicente de Paulo para arrecadar fundos à entidade. Na quinta-feira, 31, feriado de Corpus Christi, aconteceu a tradicional Festa da Caridade, que chegou à 89a edição. Já no sábado, 2, voluntários e assistidos trabalharam na 1a Festa Junina do Lar.

A Festa da Caridade teve início às 8h, com celebração da missa destinada a assistidos e funcionários. Na Praça da Matriz, às 9h, houve missa ao ar livre, e, em seguida, a procissão do Santíssimo Sacramento percorreu as ruas da cidade em direção ao Lar São Vicente.

Após a programação religiosa, teve início a parte recreativa, que aconteceu das 9h30 até as 20h30. Neste ano, 600 voluntários trabalharam no evento, que faz parte do calendário turístico da cidade.

De acordo com o presidente do Lar São Vicente, Ivan Rezende Ferreira, a greve dos caminhoneiros – que paralisou todo o Brasil na semana passada – e a crise econômica não afetaram o desenvolvimento e nem o sucesso das festividades.

“Apesar da greve e tudo que aconteceu durante a semana, o resultado financeiro foi muito bom. Estamos muito felizes com a arrecadação”, comentou Ferreira.

Publicidade

A praça de alimentação contou com barracas de lanche de pernil e linguiça, produtos de milho-verde, churrasco, acarajé, bolinho de frango e de bacalhau, cone de batata frita, mandioca frita, hambúrguer, pastel, pizza, bolos, doces e bebidas.

O balanço total da Festa da Caridade deve ser calculado até o final desta semana. Em resultado parcial, a organização estima que o evento tenha sido equivalente ao ano passado, tanto em arrecadação quanto em número de visitantes.

Em 2017, a instituição arrecadou mais de R$ 215 mil com a festa, superando o lucro líquido do ano anterior em 9,69%. No mesmo ano, houve a participação de mais de 30 mil pessoas.

Ainda conforme o presidente, a festa é a terceira maior fonte de renda da instituição, sendo responsável por suprir um déficit mensal de, aproximadamente, R$ 25 mil.

“O valor arrecadado fica em um fundo de emergência e serve para suprir os gastos excedentes durante os meses. Antes, este caixa de reserva durava em torno de 11 meses; hoje, com o aumento de gastos, dura em média oito meses”, explicou o presidente.

As outras fontes de arrecadação são compostas pela participação dos assistidos, casas de aluguel, arrendamento, bazares, verbas do Fundo Municipal do Idoso e eventos que garantem a manutenção da instituição, assim como a Noite da Pizza, jantar dançante, show de prêmios e, agora, o “arraiá”.

O presidente conta que a entidade já pensa no futuro, antecipando diversos projetos a serem implantados no segundo semestre de 2018.

Segundo Ferreira, a primeira edição da festa junina surgiu com a intenção de aumentar a renda da instituição e representa o primeiro passo em uma nova fase da entidade.

“Nos tempos de hoje, com muita exigência dos órgãos fiscalizadores, aumentaram as despesas e, por isso, estamos nos reinventando para ajudar com outros recursos”, argumentou.

A organização aproveitou a estrutura montada para a realização da 89a Festa da Caridade e conseguiu arrecadar mais R$ 17.400 no sábado, 2, com o “1o Arraia do Lar São Vicente de Paulo”.

O valor também é parcial, mas já é comemorado pela diretoria da instituição. “O resultado foi uma surpresa para os organizadores. Estamos muito felizes. A festa nem havia acabado e já tinha gente pedindo para fazermos no ano que vem novamente”, contou Ferreira.

A programação englobou “missa sertaneja”, apresentação de shows musicais, dança e quadrilha. As danças foram coordenadas pelo Balleteatro Fred Astaire.

As quadrilhas estavam compostas por idosos do projeto Envelhecer com Qualidade de Vida, do Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí), e assistidos do Lar São Vicente de Paulo.

O evento ainda contou com espaço kids, oferecendo um parque com brinquedos e atrações exclusivas para crianças. A praça de alimentação manteve os comes e bebes oferecidos durante a Festa da Caridade e, além disso, acrescentou comidas típicas das festas juninas como opção aos visitantes.

Atualmente, o “Lar” abriga 80 idosos permanentemente, mas atende, ao todo, 120 pessoas acima de 60 anos de idade. Cerca de 40 idosos são assistidos externos, envolvidos em projetos sociais voltados à qualidade de vida dessa faixa etária.

Publicidade