Itapetininganos vencem dois jogos pela sexta rodada da ‘Copa Sênior’

258





Divulgação

Atletas do Aparecida F.C. atropelaram time tatuiano na última rodada

 

A 6ª rodada da “Copa Sênior de Futebol” não terminou bem para os tatuianos. Duas equipes locais perderam desafios nas categorias “super55” e “40então”. Os jogos “intermunicipais” aconteceram na noite de sexta-feira, 18, no estádio “Lupércio Bernardes”, o “Itatibão”, do Clube de Campo.

Pela “super55”, o Aparecida F. C. enfrentou o São Martinho. Apesar de o duelo ser considerado equilibrado pela organização (característica própria da categoria que “apresenta futebol cadenciado”), ele terminou com a vitória de 2 a 1 do time itapetiningano.

O “Leão do Sul” saiu na frente e abriu o placar da partida aos 23 minutos, com gol do camisa 11, João Roberto Hidro. A equipe manteve o resultado até o segundo tempo, quando o Aparecida marcou o primeiro, aos 37 minutos, com Geraldo.

A partida seguiu com o placar inalterado, com as duas equipes perdendo finalizações de gols. O time de Itapetininga, porém, mudou a situação ao marcar novo tento. O jogador Geraldo anotou o segundo dele e da equipe na disputa.

Comandados pelo técnico Kalu, os itapetininganos entraram em campo com: Ariovaldo, Carlos, Fernando, Geraldo, Geraldo Mashietto, José Carlos, Josué, Juvencio, Luis Antonio, Luis Medeiros, Luis Oliveira, Ricardo, Valdemir, Wilson e Orlando.

O São Martinho, do técnico Israel Buscarini, disputou partida com Hélio, Antonio Roberto, Claudemar, Clóvis, Jamil, João Roberto Hidro, José Alves, José Carlos, Lucio, José Roberto Campos, Luis Carlos, Vicente e José Antonio.

Na segunda partida do dia, o Aparecida Futebol Clube atropelou o combinado formado por San Correa e Santa Cruz, na categoria “40então”. Os atletas da cidade vizinha venceram a equipe do município com goleada de 6 a 2.

A organização considerou a vitória do time itapetiningano “contundente e inquestionável”, uma vez que as partidas da categoria são “mais acirradas e com jogos em maior velocidade e movimentação”. Também disse que a equipe visitante provocou um “atropelamento de fato” frente aos atletas do município.

O Aparecida marcou três gols em cada um dos tempos de jogo. A equipe do técnico Kalu inaugurou o placar aos sete minutos, com Antônio Marcos, o Lê. Aos 12, Claudinilson, camisa de número 23, ampliou, garantindo domínio da equipe visitante na segunda partida da rodada sobre o combinado local.

Aos 23 minutos de jogo, o Aparecida voltou a marcar. O camisa cinco, Antônio Carlos, assinalou o terceiro da equipe, fechando o placar do primeiro tempo. No segundo, o San Correa/Santa Cruz reagiu, marcando o primeiro aos 37. O desconto ficou por conta de Cláudio Vieira, camisa de número sete.

O gol surgiu de um lance de bola parada, em cobrança de falta feita por Marcinho Soares. Esse jogador saiu do banco de reservas e chutou em direção ao gol. A bola, porém, acertou a trave do Aparecida e voltou para o campo. No rebote, Vieira chutou forte, marcando para o combinado dos atletas de Tatuí.

A resposta dos itapetininganos veio dos pés de Lê, que fez 4 a 1, seguida do segundo tento do time formado por representantes de Tatuí, pelo jogador José Valter. No final da partida, Edilson e Claudinilson ampliaram o placar para o Aparecida.

O time de Itapetininga jogou com Luciano, Claudinilson, Marcos Roberto, Paulo Jesus, Osvaldo, Carlos Aparecido, Agostinho, Sival, Nivaldo, Sérgio, Antonio Carlos, Clóvis, Edilson, Ailton, Antonio Marcos, Gilberto e Eduardo.

O San Correa/Santa Cruz disputou com Zinaldo, Ademir, Ginclau, Claudio Vieira, Elsio, José Valter, Marcelo, Marcio Soares, Osni, Reinaldo, Valdemar, Valmir, Valter Aparecido, Wisland, Claudio Roberto e Carlos Alberto.