GCM prende 6 suspeitos em 7 dias em ações contra o tráfico de drogas

495
Porções de crack apreendidas com suspeito na vila Esperança (foto: Divulgação GCM)
Da reportagem

A Guarda Civil Municipal atendeu, na semana de 31 de agosto a 7 de setembro, mais de 70 ocorrências de diversas naturezas, entre elas, operações de abordagem, ocorrências de crimes, auxílio ao público, orientação e autos de infração de trânsito.

Pelas ocorrências de crimes, foram seis presos (cinco adultos e um adolescente) e seis flagrantes, resultando em cinco por tráfico de drogas (0,031 grama de maconha, 0,0298 grama de cocaína e 0,009 grama de crack), além de um caso de abandono de animal, um roubo e um homicídio (reportagem nesta edição).

Os oito atendimentos com elaboração de boletins de ocorrência foram das naturezas: fiscalização em estabelecimentos (uma), averiguação (duas), acidente de trânsito sem vítima (uma), direção de veículo sem CNH (uma), averiguação de maus tratos (duas) e apoio às outras instituições (uma).

O comandante da GCM, Antonino José Rodrigues da Costa, explicou que o número de ocorrências tem subido nos últimos meses por conta da intensificação das operações de combate à criminalidade.

Uma das ocorrências por tráfico de drogas foi registrada na segunda-feira da semana passada, 31 de agosto, quando os agentes da GCM prenderam um jovem de 24 anos no Jardim Rosa Garcia 2.

Conforme a GCM, uma equipe fazia patrulhamento pela rua Fulgêncio Lisboa de Almeida quando suspeitou do jovem. Ele teria soltado algo no chão, ao perceber a aproximação da viatura.

Durante a abordagem, a equipe encontrou R$ 20 em dinheiro e um aparelho celular com o suspeito, além de um pacote com 26 pedras de crack embaladas para venda. Questionado, o jovem teria assumido vender as porções.

O acusado, identificado como Wellington Cipriani Batista de Queiroz, foi preso e encaminhado à Delegacia Central, onde permaneceu à disposição da Justiça.

O outro flagrante ocorreu às 17h55 de quarta-feira da semana passada, 2, na rua Sérgio Mascarenhas Camargo, na CDHU. A equipe estava em ronda pelo bairro quando avistou dois jovens em “atitude suspeita”. Eles teriam corrido ao perceber a guarnição.

Um deles conseguiu fugir e o outro acabou revistado pelos agentes. Durante a busca pessoal, os guardas encontraram R$ 100 com o suspeito e um saco plástico transparente, com cinco pinos de cocaína.

Segundo a GCM, o jovem, identificado como Cristiano Silveira Medeiros, 22, teria confessado o crime e indicado o local onde escondia outras 19 porções da mesma droga. Ele foi levado à DC, onde ficou preso.

Minutos antes, na mesma rua, outra equipe da GCM havia apreendido um adolescente de 16 anos com R$ 80 em dinheiro, 26 papelotes de cocaína e 17 porções de maconha em uma área de recreação.

Na manhã de domingo, 6, o canil da Romu (Ronda Ostensiva Municipal) prendeu Erik Gustavo da Silva Barros, 19, conhecido como “Coreano”, com três porções de cocaína “Aricanduva” e R$ 50 em dinheiro.

Segundo a GCM, o jovem alegou que as drogas eram para consumo pessoal, contudo, um usuário abordado acabou contando aos agentes que comprava drogas de “Coreano”.

O acusado estava no local com um irmão de quatro anos. A criança foi entregue à mãe do acusado e Barros, encaminhado à DC, onde permaneceu preso.

O caso mais recente foi registrado na segunda-feira, 7, feriado pelo Dia da Independência. O ajudante de pedreiro Lucas Henrique Soares, de 18 anos, foi flagrado com 14 pedras de crack e dinheiro, na rua Angelim Liberatosciole, na vila Esperança.

Um morador procurou a GCM, por volta das 15h, informando que o rapaz estaria vendendo drogas nas proximidades de uma padaria. A equipe encontrou o suspeito no local indicado, tentando esconder duas pedras de crack na boca.

Ainda conforme a equipe, durante a revista pessoal, os agentes encontraram R$ 12 em dinheiro e um aparelho celular com o acusado, além de 12 porções da mesma droga, escondidas perto de um caminhão. O rapaz confessou o crime e foi detido na DC.