GCM atende mais de 20 ocorrências e dezenas de abordagens em 7 dias

Corporação prendeu cinco suspeitos em flagrante entre os dias 19 e 25

345
Corolla localizado em canavial próximo ao loteamento Industrial Astória (foto: Divulgação/GCM)
Da redação

No período de sete dias, entre segunda-feira da semana passada, 19, e domingo, 25, a Guarda Civil Municipal atendeu mais de 20 ocorrências de diversas naturezas, entre elas, de crimes, averiguações, localizações, notificações e fiscalizações, além de operações de abordagem.

Pelas ocorrências de crimes, foram cinco prisões (quatro adultos e um adolescente), todas em flagrante, sendo três por tráfico de entorpecentes (0,098 grama de maconha, 0,168 grama de cocaína e 0,086 grama de crack) e duas por violência doméstica.

Outros 16 atendimentos com elaboração de boletins de ocorrência foram das naturezas de: averiguação (6), alarme disparado (3), automóvel localizado (1), localização de objetos (2), notificação de aglomeração (1) e fiscalização aos decretos relacionados às restrições de combate à Covid-19, incluindo orientação sem notificação (3).

Ainda durante o período, entre as ações operacionais, a corporação realizou 59 abordagens, entre as quais, quatro veículos foram abordados por guardas civis municipais.

Os números foram apresentados em estatística semanal da GCM, divulgada na manhã de segunda-feira, 26. Conforme a GCM, as ações visam à redução dos índices de criminalidade.

Entre as ocorrências atendidas, na sexta-feira, 23, às 18h25, uma equipe, com apoio da Romu (Ronda Ostensiva Municipal), localizou, na avenida Terezinha Vieira de Camargo Barros, próximo ao loteamento Industrial Astória, um veículo roubado.

Conforme a GCM, a equipe fazia patrulhamento quando um ciclista informou que o carro, preto, da marca Toyota, modelo Corolla, estava abandonado no canavial.

Com apoio da Romu, o veículo foi encontrado e apresentado na Central de Flagrantes, após a solicitação de um guincho e o proprietário ser contatado.

A ocorrência mais recente atendida pela corporação é de um caso de violência doméstica, na tarde de domingo, 25, às 15h38, na rua Teófilo de Andrade Gama, no Jardim Santa Rita de Cássia.

De acordo com a corporação, uma guarnição do canil da GCM fazia patrulhamento pelo bairro quando a vítima, uma jovem de 19 anos, relatou ter sido agredida com um soco no olho pelo cônjuge, o qual havia pegado a mochila dela com roupas e um celular.

Logo depois, segundo a GCM, os guardas localizaram o agressor, um rapaz de 18 anos, com a mochila e o aparelho. Em revista pessoal, nada de ilícito foi encontrado com o suspeito, porém, ele confessou que agredira a vítima e ainda disse que não teria sido a primeira vez.

Ainda conforme a GCM, os agentes conduziram o acusado e a vítima ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”, onde a minuta médica constatou lesão corporal leve na moça.

Posteriormente, o agressor foi encaminhado ao plantão policial, onde recebeu voz de prisão em flagrante, permanecendo à disposição da Justiça.