‘Garagem & Cia.’ vai a Salto e retorna com cinco prêmios

902
Grupo tatuiano, que se apresentou com sucesso em Salto (foto: divulgação)

Promover o grupo e difundir a arte de modo geral. Com estes objetivos, a Trupe Garagem & Cia. teve participação em evento realizado na cidade de Salto.

O grupo tatuiano realizou, entre os dias 6 e 8, apresentação no 4º Festival Nacional de Teatro Carpe Diem, obtendo um total de cinco premiações. A trupe encenou a peça “Sacra Folia” e, ainda, participou de troca de experiências.

Em 2018, o festival exaltou a figura do saltense Valderez Antonio Bergamo Silva. De acordo com a assessoria do grupo tatuiano, o homenageado teve participação ativa na cultura de Salto.

“É sempre com muita festa que a população e os artistas saltenses recebem os atores, que ficaram juntos todo o final de semana, divertindo-se e conhecendo novas formas de fazer arte”, divulgou a trupe, por meio de nota à imprensa.

A abertura do festival aconteceu no dia 6, com a apresentação de “Sacra Folia”. No mesmo dia, o público conferiu o espetáculo “Um Solo para Três Palhaços”, da Cia. Trapos de Jundiaí; e “Encantada”, do Grupo Experimental Ria, de Itu.

No dia 7, foi a vez da Cia. Uta, da cidade de Salto de Pirapora, levar ao palco “Tem Frufru nesse Angu”. O programa seguiu com a peça “A Terceira Margem do Rio: A de Dentro”, da Cia. Músico Teatral Letras de Rosa, do Rio de Janeiro; e “Trapos do Outro Lado da Saudade”, do grupo teatral Só por Deus, de Osasco.

A mesma companhia encerrou o evento, com o espetáculo “Eu Em Ti: Retratos de São Paulo”.

No domingo, 8, houve bate-papo entre os participantes. Por meio dele, a trupe tatuiana expôs situações enfrentadas pelos artistas amadores para valorização da arte.

“A ideia do festival era unir grupos e conversar sobre como é fazer arte na própria cidade, quais os problemas enfrentados e como conseguir apoio”, descreveu o produtor do grupo, Cesar Santos.

Depois da interação, houve premiações, com homenagens e menções. A trupe obteve mais cinco troféus, além de indicações para os prêmios de melhor adaptação e de melhor ator para dois membros: Cesar Santos e Josué Laranjeira.

Na cerimônia de premiação, o grupo recebeu os troféus de melhor trilha sonora, entregue a Iuri Proença, Magali Ribeiro e Daniel Botelho; melhor figurino, para Paula Fernanda, Kaique Cabral, Rafael Franco e Josué Laranjeira; melhor maquiagem, cedido a Paula Fernanda, Mat Kaytan, Kaique Cabral, Josué Laranjeira e Rafael Franco; e o prêmio de melhor visagismo.

A trupe ainda trouxe para Tatuí o prêmio de segundo melhor espetáculo do festival. Para este ano, o grupo cogita promover um evento similar no município.

Comments are closed.