Fórum ‘Sou Capaz’ agendado para esta terça teve de ser adiado

309
Publicidade





A pedido da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), o fórum “Sou Capaz – Promovendo a Inclusão Profissional” previsto para acontecer em Tatuí nesta terça-feira, 23, teve de ser adiado. O evento voltado às pessoas com deficiência será realizado no próximo dia 9 de outubro.

Ele será promovido em parceria com o Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e a Prefeitura. O evento é visto como uma forma de discutir e propor mudanças para o cenário do município – que tem preocupado especialistas – no que se refere à absorção de deficientes como mão de obra.

Promovido por intermédio do Depar (Departamento de Ação Regional), da Fiesp, o fórum tem o intuito de reunir os setores público e privado, poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, sindicatos, profissionais da indústria, entidades e sociedade civil para informar e tirar dúvidas sobre a inclusão profissional.

A iniciativa terá participação do vice-diretor do Ciesp de Sorocaba, Erly Domingues de Syllos, do prefeito José Manoel Coelho, Manu, integrante do Depar, Cristiane Gouveia, gerente regional do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego de Sorocaba), Valquíria Camargo Cordeiro, e gerente de qualidade de vida do Sesi (Serviço Social da Indústria), de São Paulo, Eduardo Arantes.

Publicidade

Os convidados abordarão questões relacionadas à inclusão no mercado de trabalho, elevação da escolaridade e formação profissional, saúde e segurança do trabalhador. Também falarão sobre boas práticas de empresas que promovem a inclusão.

O fórum é gratuito e será realizado na Câmara Municipal, localizada na avenida Cônego João Clímaco de Camargo (Mangueiras), 226. Outras informações são obtidas pelo telefone (15) 4009-2900 ou pelo site www.ciespsorocaba.com.br.

Sou capaz

O programa “Sou Capaz” da Fiesp tem a finalidade de oferecer a equivalência de oportunidade a todos os cidadãos, através da capacitação técnica de pessoas com deficiência e aprendizes.

Por meio de fóruns e cursos em modelo itinerante, que percorrem as regiões do Estado de São Paulo, bem como da ação do Depar, ele aborda assuntos legais, jurídicos e institucionais com a finalidade de obter resultados positivos nos níveis de empregabilidade, possibilitando também que instituições de formação profissional aumentem sua oferta de pessoas com deficiência e aprendizes para a indústria.


Publicidade