Fiéis lotam o prédio da Igreja ‘Fogo e Glória’ em inauguração

318
Publicidade





Mais de 200 pessoas participaram da inauguração do primeiro prédio em Tatuí da Igreja Fogo e Glória. A cerimônia que marcou a abertura da unidade aconteceu na noite do dia 30 de agosto, com presença de fiéis das cidades nas quais a denominação religiosa está presente, como Porto Feliz e Rafard.

Iniciado às 19h30, o evento foi precedido de “intensa programação”. Para a inauguração, os responsáveis pela igreja realizaram “divulgação massiva”, via redes sociais, nos templos das cidades em que está presente e por meio da imprensa.

Na manhã do sábado, houve distribuição de panfletos e uso de carros de som para anúncio da inauguração. Em nota, a igreja divulgou que as ações ajudaram a tornar a igreja “conhecida pelas pessoas da cidade”. Uma carreatada, no período da tarde, também atraiu a atenção do público para o evento.

O comboio que percorreu as ruas de Tatuí partiu de Porto Feliz (cidade da igreja sede). Ele atraiu mais de 200 pessoas da região e da “Capital da Música” que “se aglomeraram para assistir a cerimônia de inauguração”. O pastor presidente da Fogo e Glória, Marcelo Dalsóglio, presidiu a solenidade.

Publicidade

Dalsóglio é, também, presidente do Conpas (Conselho de Pastores), de Porto Feliz. No evento, ele declarou que a nova igreja tem como objetivo oferecer uma oportunidade para “as pessoas de Tatuí e região conhecerem mais a Palavra de Deus”.

“A maior intenção é que as pessoas possam encontrar em nossa igreja não só apoio espiritual, mas aconselhamento em todas as áreas da sua vida. Desde orientação para educação dos filhos, a saúde, área financeira, estudo da Bíblia, entre outros”, declarou por meio de material enviado para a imprensa.

Na noite comemorativa, o pastor presidente consagrou, ainda, Alan Souza como responsável oficial da unidade da Igreja Fogo e Glória em Tatuí. Souza compareceu à solenidade acompanhado da esposa Dayane Alves Ramos. O casal participou do projeto de implantação da unidade no município.

Em nota, Souza afirmou que “ele e a família não medirão esforços para que o objetivo de levar a Palavra de Deus seja alcançado”.


Publicidade