Exposição de fotos mostra talentos do Conservatório durante este mês

282





AI Conservatório / Kazuo Watanabe

Fotografia de harpista integra mostra criada para a escola de música

 

O foyer “Mario Covas” do teatro “Procópio Ferreira” recebe neste mês a primeira exposição de fotos produzida exclusivamente para o Conservatório de Tatuí. O fotógrafo Kazuo Watanabe, que atua na documentação de eventos da instituição, assina a mostra que segue em cartaz no próximo semestre.

O tema é “Talentos do Conservatório de Tatuí”, numa alusão aos 60 anos da instituição, celebrados em 2014. Apesar de receber fotos, frequentemente, esta é a primeira vez que o espaço sedia uma exposição produzida exclusivamente para este fim.

“Até então, as fotos eram extraídas de registros de concertos ou a partir de materiais produzidos para outras campanhas da área de comunicação, sempre com aval da diretoria”, destaca o fotógrafo, por meio de nota à imprensa.

“Desta vez, no entanto, elegemos alunos de diferentes áreas da instituição, tentando envolver todas as áreas, e produzimos fotos exclusivas”, complementou.

O trabalho de produção das fotos levou cerca de três meses. Para tanto, um estúdio foi montado no fosso do palco do teatro. A ambientação e iluminação privilegiavam os alunos que foram convidados a participar das sessões fotográficas.

“Convidamos alunos sob orientação de professores. O foco era escolher representantes de áreas variadas da instituição. Fora isso, como a participação foi voluntária, convidamos os estudantes que gostariam de fazer parte e tinham tempo disponível para as sessões”, descreveu Watanabe.

“Nossa intenção era fazer com todos os instrumentos, mas, devido à quantidade, isso era impossível. Então, elegemos as áreas e tentamos contemplar todas elas. Pretendemos fazer outras séries”, disse.

O resultado causou boa impressão já nas primeiras sessões. Tanto que a primeira foto da série – da harpista Maini Moreno – foi capa da última edição da revista Ensaio. Esta edição também traz outra foto da série “Talentos do Conservatório de Tatuí”.

Ao todo, foram realizadas mais de 1.200 fotos. “Tentamos deixar os alunos bastante descontraídos, em alguns casos até em situações mais divertidas. O resultado não poderia ter sido melhor. Todos os estudantes colaboraram e, em todos os casos, quisemos que os alunos se mostrassem como são – inclusive na forma de vestir. A ideia era captar a naturalidade de cada um”, contou ele.

As fotos registradas nas sessões passaram por uma pré-triagem e, posteriormente, foram avaliadas por uma comissão da diretoria do Conservatório de Tatuí. Os alunos vão estrelar também materiais gráficos da instituição.

A exposição ficará em cartaz ao longo de todo o semestre. Os alunos que participaram das sessões receberam uma mídia com todas as fotos registradas.

Watanabe é formado em fotografia pela Faculdade de Comunicação, Artes & Design do Ceunsp (Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio) de Salto. Com experiência fotográfica no Brasil e Japão, é especializado em registro de natureza e, principalmente, música. Atua no Conservatório de Tatuí como fotógrafo desde 2008.

“A experiência no Conservatório de Tatuí ajudou-me na especialização nas áreas de música e de artes cênicas. Acredito que meu trabalho vem agradando. Pelo menos é o que ouço de professores, artistas convidados e alunos da instituição”, disse ele.

Os registros fotográficos de Kazuo Watanabe, que são todos compartilhados com alunos e professores, vêm também profissionalizando a divulgação pessoal dos estudantes. Não raro, as fotos dele ilustram materiais gráficos e perfis na internet.

“É sempre um prazer poder colaborar. A foto vale mais do que mil palavras”, finaliza.

‘Modelos’

Os alunos que participam da primeira exposição fotográfica são: Ederson Rogério Amorim (luteria), Mariana Valério (choro – percussão), Ivan de Oliveira Cleto (sopros madeiras – oboé) e Kethin Iasmin da Silva (sopros metais – trombone).

Também posaram para fotos: Mikhael Henrique Balduito Bispo (educação musical – flauta doce), Rebeca Rodrigues da Cruz (piano), Claudia Feltrin da Silva (sopros madeiras – saxofone), Moises Neves da Silva (cordas sinfônicas – violino), Kauan Augusto de M. M. da Rocha (artes cênicas), Sungchi Kim (MPB & Jazz – guitarra) e Maini Faria Moreno (piano – harpa).

Carlos Augusto Amat y Leon Correa (violão clássico), Andreza Cristina Vieira (percussão sinfônica), Liliana Raquel Taboada Roa (performance histórica – flauta) e Taís do Nascimento Silva (sopros metais – tuba) completam o time.