Exame de óbito suspeito testa negativo para coronavírus

385
Publicidade
Da redação

A Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde, comunicou na manhã desta sexta-feira, 12, que o exame de um óbito suspeito de Covid-19 testou negativo para a doença. Nas últimas 24 horas, o órgão notificou seis novos casos positivos, quatro suspeitos e quatro descartados.

Conforme a VE, o resultado negativo é de um homem de 60 anos, falecido na residência dele, terça-feira, 9. A ocorrência foi atendida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O óbito foi registrado como suspeito de coronavírus no boletim divulgado no dia seguinte.

De acordo com o relatório, os seis testes positivos para Covid-19 são de mulheres, com idades entre 34 e 57 anos. Com exceção de uma mulher de 49 anos, que precisou ser internada no hospital particular, as pacientes estão em tratamento domiciliar, apresentando quadros de saúde estáveis.

Todos os novos casos suspeitos são de mulheres. As quatro pacientes estão em tratamento domiciliar. Além do óbito suspeito que testou negativo para a doença, outros três casos suspeitos foram descartados. O relatório não indica o sexo ou a idade deles.

Estão internados, na Santa Casa, 12 pacientes: três na UTI, sendo um caso positivo de Covid-19 e dois suspeitos, com quadros de saúde que inspiram cuidados; e nove em isolamento, sendo três casos positivos e seis com suspeita da doença, com quadros estáveis.

Publicidade

No hospital particular, estão internados oito pacientes: quatro na UTI (dois positivos e dois casos suspeitos), todos com quadros inspirando cuidados; e quatro em isolamento, sendo dois positivos para Covid-19 e dois que aguardam resultado.

Com o boletim, atualizado por volta das 11h15, o município soma 1.020 notificações da doença, sendo 56 casos suspeitos aguardando resultado dos testes, 710 descartados e 254 confirmados.

Dos casos positivos, 201 já se recuperaram, 16 morreram e 37 ainda estão em tratamento, sendo oito em hospitais e 29 em isolamento domiciliar. Dos casos suspeitos, 56 estão em tratamento: 12 em hospitais e 44 em domicílio.

Publicidade