Ex-pedreiro vive sonho de jogar basquete

Neemias de Jesus, de 18 anos, atuou nos times de base e integra equipe profissional

378
O jovem Neemias de Jesus, treina na “bolha” formada pela equipe profissional tatuiana (foto: divulgação)
Da reportagem

O XI de Agosto/AABT/Tatuí tem conseguido arremessos certeiros de três pontos mesmo antes de retornar às quadras. Os “belos lances” acontecem no âmbito social, com a utilização do esporte como ferramenta educacional, cumprindo uma das principais metas estabelecidas na criação da equipe profissional.

Prova disso é o garoto Neemias de Jesus, de apenas 18 anos, que atualmente integra o elenco profissional. O atleta foi formado nas equipes de base, tendo representado o município nas categorias sub-16, sub-17, sub-18 e sub-20. “O basquete começou como uma paixão de criança, na rua do meu bairro (Astória), com os amigos”, conta.

Posteriormente, segundo Jesus, o trabalho desenvolvido por Filipe Ariel, o Crânio, Allan Brito e o presidente da AABT (Associação dos Amigos do Basquete de Tatuí) e vereador, Miguel Lopes Cardoso Júnior, “impulsionou a paixão de crianças para um amor verdadeiro pelo esporte”.

A partir dos 12 anos, Jesus começou ir em obras e ficava observando o pai dele, até ter idade em que pudesse auxiliá-lo nas construções. “Sempre pedia ao meu pai para ir ao trabalho dele. Queria ajudá-lo, mesmo que fossem em coisas simples, para não interferir na minha vida como criança”, contou a O Progresso.

Ele começou a treinar nas equipes de base do município há dois anos e atualmente cursa educação física.

“Agora, estou me dedicando aos estudos e ao basquete. Não quero parar a faculdade, mesmo com a quantidade grande de treinamentos. Nunca tive problema para me adaptar aos horários, sem atrapalhar minha rotina de treinos”, sustenta.

Supervisor da equipe tatuiana, Crânio elogia o esforço do garoto. “É um menino que andava 20 quilômetros de um bairro distante da cidade em busca da chance de jogar basquete. Chegou com 16 anos e muita vontade”, garante.

“É a conciliação entre o sonho e o dever como ajudante de pedreiro. Ele está aproveitando a oportunidade e treinando muito firme”, complementa Crânio.

A estreia de Jesus pela equipe profissional aconteceu no amistoso contra o time sub-19 do Corinthians, com vitória por 75 a 61. A partida aconteceu no ginásio da Associação Atlética XI de Agosto, dia 13 de setembro do ano passado, horas após o lançamento oficial do XI de Agosto/AABT/Tatuí.

De acordo com Jesus, a mudança ao time profissional provocou um “frio na barriga”. Ele afirma que precisou se dedicar ainda mais. Porém, os jogadores mais experientes o instruíram e o auxiliaram no desenvolvimento.

“O auxílio no desenvolvimento do atleta mais novo requer saber escutar os jogadores mais experientes em quadra”, reconhece.

Julio Malfi, treinador da agremiação, diz ter chamado a atenção o fato de Jesus, apesar de precisar de duas conduções ou uma bicicleta, sempre chegar mais cedo e disposto aos treinamentos.

“Depois, soubemos que ele tinha alguns afazeres que o permitiam continuar treinando, ou seja, que trabalhou como pedreiro e ajudante de pedreiro, que o auxiliava no custeio das conduções”, comenta Malfi.

O treinador afirma que Jesus é extremamente esforçado e segue evoluindo muito, mesmo tendo iniciado tardiamente a prática da modalidade.

“O esforço e a busca na melhora da condição técnica, conciliando com uma faculdade à distância, demonstra que é um lutador e um exemplo para crianças e adultos”, completa Malfi.

Até o mês passado, Jesus ainda estava trabalhando como pedreiro e ajudante do pai dele. Entretanto, precisou dar uma pausa, pois faz parte da relação de atletas que representarão o time na disputa da “Final Four” da Copa São Paulo Adulta Masculina – 2020.

Com pouco mais de seis meses de atraso, a estreia do XI de Agosto/AABT/Tatuí na atual temporada acontecerá no final deste mês, no Ginásio Municipal de Esportes “Doutor Gualberto Moreira”, em Sorocaba.

A equipe tatuiana participará da primeira partida da competição, dia 26, às 15h, diante da Basquete/Unifae/São João da Boa Vista. Às 17h, a anfitriã LSB/Flex/PMS realizará a segunda semifinal, contra o Conti Cola/Assis Basket.

Os times vencedores dos confrontos disputarão a final da Copa São Paulo no dia seguinte, às 13h. Duas horas antes, às 11h, as duas equipes derrotadas no dia anterior se enfrentarão na disputa pelo terceiro lugar.

Prestes a entrar em quadra pela primeira vez como profissional em uma competição oficial, Jesus demonstra que as expectativas pelo título tatuiano são grandes.

“A expectativa não é algo futurista e inalcançável, porque acreditamos em trabalho duro e disposição para fazer o possível e até o impossível em prol da equipe. Nós sempre jogamos para ganhar”, ressalta o jovem.

Bolha

Cerca de 20 dias após o reinício dos treinamentos presenciais, os jogadores do XI de Agosto/AABT/Tatuí aprovaram a criação de uma “bolha” que permitiu a retomada das atividades. A equipe tatuiana inspirou-se nas principais ligas de basquete para proteger os atletas, comissão técnica e equipe de apoio da Covid-19.

Os protocolos adotados pela NBA (National Basketball Association, a liga norte-americana de basquete) e pela Liga ACB (Asociación de Clubes de Baloncesto, a liga espanhola de basquete) serviram de exemplo para que o time profissional do município pudesse voltar a treinar em quadra.

Para possibilitar o retorno aos treinos e jogos, a NBA isolou os jogadores dentro de uma bolha no Walt Disney World Resort, em Orlando, na Flórida (EUA).

Neemias de Jesus começou a trabalhar na construção civil aos 12 anos de idade (foto: arquivo pessoal)

Cerca de 370 jogadores, de 22 equipes que disputam a liga norte-americana, estiveram distribuídos em três hotéis do complexo de resorts da Disney, para conclusão da temporada regular e a disputa dos “play-offs”.

Paralisada desde março, devido à pandemia, os jogos restantes da temporada 2019-2020 da NBA foram retomados, em três ginásios, no dia 30 de julho, com previsão de encerramento em 13 de outubro. Contando o período de treinos antes do retorno das partidas, os atletas dos times finalistas poderão ficar confinados por quase cem dias.

Em Tatuí, os protocolos implantados nas duas principais ligas da modalidade, para evitar o contágio do novo coronavírus, tiveram de ser readequados à realidade da equipe profissional do município.

Cerca de 15 pessoas, entre comissão técnica, equipe de suporte e alguns atletas, testaram e tiveram resultados negativos para coronavírus. Seguindo as normas sanitárias, essas 15 pessoas estão alojadas e treinando no Complexo Esportivo Municipal “Major Magalhães Padilha”.

Os integrantes da equipe que não estão isolados na bolha têm de seguir protocolos de segurança ainda mais rigorosos. Entre estes: isolamento social, mantendo-se, no máximo, o deslocamento dos atletas somente do complexo esportivo às residências deles; uso constante de máscaras de proteção e álcool em gel; e aferição de temperatura, ao menos, três vezes por dia.

O ala Elivelton Soares se mostra satisfeito quanto à segurança da bolha. “O local está sendo higienizado constantemente e estão sendo tomados todos os cuidados possíveis para que fiquemos totalmente focados nos treinos”, relatou.

“Todos os protocolos estão sendo cumpridos com rigor. Na medida do possível, tudo está sendo feito da melhor maneira”, complementou o ala Henrique Cerimelli.

Em relação aos treinamentos, Soares indica que estão sendo bastante produtivos e intensos no reinício da pré-temporada. “O técnico Julio Malfi sabe muito, conhece tudo, e estamos trabalhando muito forte, com treinamentos técnicos, tático e academia. Estamos recebendo muito conteúdo, que tem sido agregado ao jogo de todo mundo”, completou Cerimelli.

Parceria

Desde a semana passada, o XI de Agosto/AABT/Tatuí passou a contar com uma nova apoiadora. A parceria com a Climm (clínica de fisioterapia, situada no município) irá auxiliar na recuperação física dos atletas ao longo da pré-temporada.

“A Climm é mais uma parceira que acredita no projeto ‘Basquete Tatuí’. Por isso, agradeço ao fisioterapeuta Márcio Moreira. Assim como esta, esperamos que muitas outras empresas possam nos dar este voto de confiança, pois juntos somos mais fortes”, comentou o supervisor Filipe Ariel.

“Quero agradecer a confiança da Climm. A sua equipe conta com profissionais apaixonados pela área de atuação, além de altamente capacitados para fazer sempre o melhor”, completou Douglas Dalmatti Alves Lima, o Buko, diretor de municipal de Esporte.