Estudante de 16 anos explode vaso sanitário em escola estadual do centro

4803

Um aluno de 16 anos explodiu um vaso sanitário da Escola Estadual “Professor Deócles Vieira de Camargo”, situada no centro. O fato ocorreu na manhã de quinta-feira, 30 de novembro, e fez com que uma equipe da Polícia Militar fosse até a unidade.

Junto com o pai, o adolescente foi apresentado na Delegacia Central. A família é moradora da vila Angélica. De acordo com o professor que presenciou a explosão, o aluno entrou no banheiro e demorou a sair, chamando a atenção de uma inspetora.

Pensando que tivesse acontecido algo, o professor entrou no banheiro e encontrou o aluno abaixado perto de uma porta. A bomba estava no chão, já acesa.

Ao ver o professor, o aluno teria jogado a bomba dentro do vaso sanitário. Mesmo molhado, o pavio continuou queimando e os dois saíram correndo antes da explosão. De acordo com o professor, o adolescente ainda tentou fugir, mas foi contido e levado à sala da direção, onde aguardou a chegada do pai.

De acordo com os policiais que atenderam à ocorrência, os estilhaços de cerâmica do vaso ficaram espalhados por toda a área do banheiro, inclusive, no lavatório e perto da porta.

Na delegacia, o aluno disse que comprara a “bombinha” em uma loja de explosivos perto da Concha Acústica, por R$ 2,50. Ele descreveu as características da vendedora e disse que adquirira o explosivo para largá-lo na escola porque aquele era o último dia de aula.