Escola ‘Salles Gomes’ anuncia a 2ª edição da ‘Etec de Portas Abertas’

307
Publicidade





Kaio Monteiro

Beatriz Soares Amaro é diretora da escola técnica Salles Gomes

 

A Etec (Escola Técnica) “Salles Gomes” promoverá, de 8 a 10 de outubro, a segunda edição do “Etec de Portas Abertas”. O evento consiste em palestras, feiras de ciências, minicursos, apresentações, workshop, teatro, exposições e práticas laboratoriais. O público terá acesso ao “Etec de Portas Abertas” no dia 8, a partir das 13h. No período da manhã, haverá sessão solene para marcar o início oficial.

Nessa cerimônia, participarão os docentes e discentes da escola, além de convidados. O evento é coordenado pela diretora da escola, Beatriz Soares Amaro.

Publicidade

De acordo com ela, as expectativas em relação ao “Etec de Portas Abertas” são “muito altas, devido ao sucesso da edição anterior”. “O ano passado foi muito bacana, a gente teve um público bem volumoso”, revelou.

A iniciativa tem como principal objetivo mostrar para a comunidade o trabalho que os estudantes do ensino médio e técnico desenvolvem dentro da escola. Os adolescentes apresentarão projetos de biologia, física e química, e os técnicos exporão projetos dos respectivos temas dos cursos.

“Mostraremos trabalhos das 12 áreas da escola”, afirmou a diretora. “Contaremos com bandas, uma pista de kart dos alunos de manutenção automotiva e um projeto de inclusão social para deficientes auditivos e visuais”, detalhou.

Além disso, Beatriz conta que os alunos de química prepararam experiências para serem apresentadas com a supervisão dos professores.

O ensino médio, com ajuda dos docentes de português, criou um teatro de fantoches com base em textos literários. “Temos vários destaques”, afirmou Beatriz.

A diretora afirma que os alunos desenvolveram os projetos com o fundamento teórico das aulas do semestre. “Nenhum professor acompanhará os visitantes”.

O evento, de acordo com Beatriz, envolve mais de mil alunos, inclusive, os das classes descentralizadas nas cidades de Iperó, Cesário Lange e Laranjal Paulista. A diretora também revelou outra novidade deste ano: um museu.

O espaço, com fotos e peças antigas da escola, foi desenvolvido pelo professor de história Fernando de Jesus da Costa, junto com os alunos do ensino médio. Beatriz explicou que a criação do museu antecede a comemoração de 80 anos da escola, que acontecerá em 2014.

“O professor Fernando está resgatando toda a história da escola. Então, ele está mexendo no arquivo inteiro de fotos e dados que temos aqui”, explicou Beatriz.

Os trabalhos expostos na “Etec de Portas Abertas” serão avaliados pelos docentes, que aplicarão notas para os alunos. Muitos, segundo Beatriz, são realizados como TCC (trabalho de conclusão de curso). No entanto, outros “foram especialmente desenvolvidos para o evento”, ressaltou Beatriz.

Para a diretora da “Salles Gomes”, o “Etec de Portas Abertas” é uma maneira diferente de ensinar os alunos. “Eles acabam guardando essa informação melhor, mais do que numa prova”.

A iniciativa faz parte do plano de metas prometido por Beatriz quando assumiu o cargo no ano passado. Para a diretora, muitas pessoas não conhecem as atividades da escola e o evento pode tornar a instituição mais conhecida.

“Estamos resgatando algo que acontecia lá no passado. Nós temos que plantar uma semente para os adolescentes sentirem vontade de estudar aqui”, analisou.


Publicidade