Entidades assistenciais irão receber mais de R$ 1 milhão em recursos

1035
Maria José com o novo secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social, Alessandro Bosso (foto: Gabriel Guerra)
Publicidade

A Prefeitura realizou, na manhã de quinta-feira, 3, no paço municipal, cerimônia para assinaturas de convênios com organizações da sociedade civil de prestação de serviços essenciais de assistência social.

Fizeram parte da mesa de trabalho a prefeita Maria José Vieira de Camargo; o vice-prefeito, Luiz Paulo Ribeiro da Silva; Renato Pereira de Camargo, secretário dos Negócios Jurídicos; Daniele Mendes, vice-presidente do FMDCA; Antonio Marcos de Abreu, vice-presidente da Câmara; e Alessandro Bosso, que tomou posse como secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social.

A cerimônia também contou com a presença de secretários municipais, representantes e voluntários das entidades conveniadas, funcionários da Secretaria de Desenvolvimento Social, servidores municipais, vereadores e imprensa.

No total, 24 convênios foram assinados, com oito entidades diferentes, somando R$ 1.106.960. Os recursos são provenientes de repasse municipal, estadual, federal e do FMDCA (Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente).

Foram contempladas com os recursos as entidades: Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), com o valor de R$ 274.960; Associação Betel, com R$ 66.500; Centro de Desenvolvimento Arte Pela Vida, R$ 59.500; Cosc (Centro de Orientação e Serviços à Comunidade), com R$ 186 mil; Lar Donato Flores, com R$ 109 mil; Casa do Bom Menino, com R$ 158 mil; Casa de Apoio ao Irmão de Rua São José, com R$ 204 mil; e Associação Casa Unimed de Ações Sociais de Tatuí, com R$ 49 mil.

Publicidade

Assumindo nova função na administração municipal, Bosso é funcionário da Prefeitura desde 2012, tendo como primeiro local de trabalho a Apae, onde permaneceu por uma ano e três meses. Formado em serviço social, pela Unip (Universidade Paulista), o secretário destacou que o trabalho dele irá buscar “um elo das políticas públicas do município, tentando unir todas as secretarias e apresentar um resultado positivo para a população”.

“Na parte social, vamos trabalhar os serviços que já estão instalados no município, como o de convivência, programa Criança Feliz e outros que estamos desenvolvendo há algum tempo. Também vamos dar ênfase aos programas junto com as entidades, que assinaram os convênios hoje”, disse Bosso.

O secretário comentou sobre a importância de ouvir os conselhos de direitos, com foco na garantia das pessoas mais vulneráveis, como a população de rua. “Esse é um problema nacional, e a região de Sorocaba vem desenvolvendo um trabalho em conjunto para solucionar essa questão”, declarou.

Bosso apontou a existência de andarilhos denominados “trecheiros”, que ficam rondando sempre as mesmas cidades da região, como Tatuí, Sorocaba e Itapetininga.

“Temos que cuidar deles e tentar mandá-los para a cidade de origem, junto com suas famílias. Muitos têm problemas com o álcool e com as drogas”, salientou.

Maria José destacou que a escolha do nome de Bosso foi motivada por ele possuir currículo de experiência no serviço social, capacidade técnica e o aval das entidades.

“Desejo que ele faça um bom trabalho, com um olhar humano e especial, para os que mais precisam do apoio da administração pública. Deixo, também, o meu agradecimento público ao Getero Augusto de Campos, que se dedicou a essa secretaria e nos ajudou na transição de governo”, declarou a prefeita.

Aos voluntários e dirigentes das entidades sociais, Maria José apontou que os recursos deverão dar dignidade e ensinar bons valores às crianças, jovens e adultos. “Eles podem contar com a Prefeitura de Tatuí na parceira de bons programas. Juntos, podemos fazer mais”, concluiu a chefe do Executivo.

Publicidade