Entenda o Surto da Nova Gripe!

8
RAUL VALLERINE

O vírus da gripe é altamente mutável, sendo assim, a proteção conseguida no ano anterior é efetiva para o vírus circulante naquele momento, e não para o vírus atual.

A gripe que conhecemos e nos vacinamos ou deveríamos todos os anos, chama-se H1N1, o vírus da gripe que causou uma enorme epidemia em 2009.

A gripe H1N1 é uma variante do vírus influenza que consiste em todos os sintomas e doenças causadas pela gripe, sendo ela de tipo A, B ou C.

Atualmente, no final do de 2021 durante a pandemia de COVID-19 surgiu uma nova variante do vírus influenza, a gripe H3N2 que está causando uma grande movimentação e certo medo na população.

Entretanto, pouco se sabe sobre como essa nova variante surgiu e como podemos evitá-la. Por este motivo, separamos algumas informações para que você possa se proteger e proteger sua família.

A variante H3N2 surgiu em 1968 em Hong Kong, onde causou uma grave epidemia, desde então o vírus se espalhou.

Entretanto, a H3N2 que vemos em circulação hoje em dia e que preocupa a todos é   uma variante que surgiu na cidade de Darwin na Austrália.

Primeiramente vamos fazer uma diferenciação das variantes, existe a H3N2 (de Hong Kong) e esta sim, está presente na formulação da vacina contra gripe que tomamos todos os anos.

Entretanto, a variante que preocupa as autoridades e a população é a H3N2 Darwin, que surgiu na Austrália e essa, infelizmente ainda não possui formulação nas vacinas.

Em contrapartida, este fato não precisa causar preocupações, pois o vírus da gripe é extremamente mutável e por isso todos os anos as formulações das vacinas são refeitas de acordo com as mutações.

O que devemos ter em mente é que a vacinação é extremamente importante e combate inúmeros possíveis prejuízos à saúde da população. Por tanto, vacinem-se, levem seus entes nas campanhas e protejam os seus e os próximos.

Ao contrário da covid-19, a H3N2 Darwin atinge principalmente crianças que podem adoecer gravemente e até sofrer internações. Idosos, gestantes e imunossupressores também estão na faixa de risco para o contágio da doença.

Os sintomas são muito parecidos com os sintomas da covid-19, o que dificulta os médicos de diferenciar os casos, mas felizmente ao contrário da covid, gripe H3N2 tem tratamento.

Sintomas da gripe H3N2: Febre alta, Dores nas articulações, Nariz congestionado, Tosse, Inflamação na garganta, Fortes dores de cabeça e Vômito e diarreia (principalmente em crianças)

É de extrema importância que caso algum dos sintomas apontados acima sejam observados, haja a procura de um médico.

Existe ainda a possibilidade de haver o contágio do Fluorona, que consiste no contágio de covid-19 e da gripe H3N2 ao mesmo tempo. Portanto, procure um médico com urgência.

Parece algo simples, mas durante a pandemia de covid-19 o hábito de lavar as mãos ao chegar da rua, antes de comer ou mesmo durante o dia a dia aumentou significantemente.

Uma vez que tudo passa pelas nossas mãos antes de chegar à boca, passamos as mãos em todas as superfícies, mesmo sem perceber, e uma hora levamos ao rosto, coçamos o olho, etc. Por este motivo, é tão importante sempre manter o hábito de lavar as mãos.

O uso do álcool em gel, este deveria ser nosso maior aliado para o resto de nossas vidas, nunca deveria ser abandonado. É um ato de higiene fácil, rápido, acessível e extremamente funcional.

O uso da máscara de proteção, este sem dúvida é o hábito que mais queremos nos livrar, o maior símbolo da pandemia de covid-19.

A máscara de proteção faz jus ao nome, ela realmente nos protege. Então porque utilizar somente em casos extremos? Deveríamos criar este hábito.

Com isso, vemos que muitos dos hábitos que fomos forçados a aderir durante a pandemia são também aprendizados, já que podem nos ajudar muito no futuro. (Fonte Integra Vita).

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome