Eleitor pode justificar ausência nas eleições por meio de aplicativo

476
Justificativas serão feitas pelo aplicativo e-Título (Foto: Divulgação)
Publicidade
Da redação

O aplicativo e-Título, além de ser a versão digital do título de eleitor, ganhou outra função nas eleições 2020. Será por meio dele que os eleitores que estejam fora do domicílio eleitoral, no dia 15 de novembro, irão justificar a ausência às urnas.

A justificativa deverá ser feita no mesmo dia das eleições e no horário da votação, das 7h às 17h. Uma ferramenta de georreferenciamento fará com que seja identificado o local de onde o eleitor acessa o aplicativo, permitido o recebimento da justificativa.

É recomendável que os usuários baixem, de forma gratuita, a nova versão do e-Título, disponível nas lojas on-line Google Play e App Store.

Conforme o Tribunal Regional Eleitoral, a utilização do e-Título, como forma prioritária para o recebimento da justificativa, visa evitar a ida de eleitores aos locais de votação e, desta forma, diminuir o número de pessoas que circularão nas seções eleitorais, como medida de prevenção ao novo coronavírus.

Os eleitores que não tenham acesso à internet poderão justificar a ausência às urnas em qualquer local de votação, diretamente nas seções eleitorais. Nesse caso, devem levar um documento de identificação com foto e o título de eleitor. Não serão instaladas mesas exclusivamente para recepção de justificativas.

Publicidade

Ainda segundo o TRE, o eleitor que deixar de votar por qualquer motivo poderá justificar a ausência nos 60 dias após o dia do pleito, utilizando o Sistema Justifica, o e-Título ou enviando a justificativa ao cartório eleitoral.

É necessária a apresentação de documento que comprove o motivo da ausência, como atestados ou laudos médicos, comprovantes de viagens, declaração de trabalho, entre outros. Passados os 60 dias da votação, o eleitor estará sujeito ao pagamento de multa.

Para aqueles que estiverem fora do país, o prazo para a apresentação do comprovante e justificativa é de 30 dias da entrada no Brasil.

A Justiça Eleitoral recomenda que o eleitor consulte seu local de votação e seção eleitoral antes de sair para votar e, assim, evite transtornos, considerando a diminuição do número de seções no Estado. A consulta pode ser feita pelo e-Título ou no site do TRE.

Publicidade