Duas lanchonetes ‘centrais’ são assaltadas na mesma noite

348





Polícia Militar

PM apreendeu simulacros de armas utilizados em um dos assaltos da noite de quinta-feira

 

Na quinta-feira, 17, dois estabelecimentos comerciais foram assaltados no centro. Às 23h20, três pessoas roubaram uma lanchonete na rua 15 de Novembro. Vinte minutos depois, às 23h40, dois rapazes fizeram um “arrastão” em uma pizzaria na avenida Salles Gomes.

No primeiro assalto, policiais militares prenderam dois jovens, o operador de produção Luis Filipe Batista da Silva, 19, e o tapeceiro Lucas dos Santos Pereira, 20, e um adolescente de 16 anos.

De acordo com boletim de ocorrência, Silva entrou no estabelecimento e, “mediante grave ameaça”, com um simulacro de arma de fogo, a uma balconista, roubou cerca de R$ 150.

Conforme o BO, enquanto Silva assaltava o estabelecimento, os outros dois acusados ficaram ao lado de fora, fazendo “a vigilância do local”.

Policiais militares foram acionados e passaram a patrulhar o local. De acordo com a PM, a equipe suspeitou de um veículo Gol, cor prata, ocupado por três pessoas. Ao serem abordados, os acusados iniciaram fuga.

Conforme a PM, quando os três rapazes perceberam que não conseguiriam fugir, jogaram duas réplicas de arma de fogo enrolados em uma camisa verde, utilizada no roubo e reconhecida pela vítima na delegacia.

Os simulacros encontrados eram semelhante a uma pistola semiautomática e outro a uma garrucha de dois canos. De acordo com o BO, a PM encontrou R$ 137,50 em cédulas e moedas, divididos entre os três acusados.

Silva e Pereira foram presos em flagrante por roubo e o adolescente, apreendido. As réplicas de armas, aparelhos celulares que estavam com os envolvidos e o veículo Gol foram apreendidos. A vítima recebeu de volta o dinheiro encontrado.

Por sua vez, conforme o BO, às 23h40, dois rapazes entraram numa pizzaria da avenida Salles Gomes, anunciando assalto. Um deles estaria com uma arma de fogo.

De acordo com o BO, os assaltantes roubaram R$ 700 do caixa e R$ 1.500 da representante da pizzaria.

Os assaltantes teriam roubado, também, mais cinco clientes que estavam no local. De um engenheiro agrônomo, os homens pegaram documentos pessoais, celular e R$ 60 em dinheiro.

Um professor de 26 anos também teria sofrido assalto. Os rapazes subtraíram documentos, chaves do carro dele e um celular. De acordo com o BO, outro professor, de 27 anos, teve documentos, cartões, chip de celular e fotos pessoais roubados.

Um agricultor também teria sido vítima do assalto. Os rapazes levaram cartão, chaves do carro dele, celular e R$ 300.

Segundo o BO, uma mulher, produtora de espetáculos teve o celular e R$ 200 em dinheiro roubados.

Em diligências, policiais militares encontraram, em um terreno baldio, uma bolsa feminina com cinco aparelhos de telefone celular, reconhecidos e entregues para as vítimas.

Os autores do roubo não foram presos e as Polícias Civil e Militar seguem em investigação para reconhecimento e prisão dos rapazes.