Cordão dos Bichos Mirim de Tatuí integra ação de combate ao abuso infantil

Atividade busca orientar crianças a identificarem casos de violência

Alunos participam de atividades preventivas (Foto: Divulgação)
Da reportagem

De forma a abordar o combate à pedofilia e ao abuso sexual de crianças e adolescentes em Tatuí, a Emei “Joaquim da Silva Campos” promoveu, na quinta-feira da semana passada, 16, no Praça do Carroção, o projeto Cordão dos Bichos Mirim em Tatuí.

Nesse dia, além das atividades relacionadas ao tema, o público acompanhou um bate-papo com as assistentes sociais Rosângela Lourenço e Adriana Rosa. O evento contou, ainda, com a participação do palhaço Batatinha.

A campanha faz parte da Semana Municipal de Combate à Pedofilia e ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes, iniciada em 2016, instituída pela lei 5.202/2017 e celebrada anualmente na semana de 18 de maio.

A ação também marcou o Dia Municipal de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescente, celebrado na mesma data, conforme a lei 5.102/2017.

De acordo com a diretora Rita Braz, o trabalho, iniciado na escola no começo deste mês, buscou auxiliar as crianças, de forma didática, a identificarem e denunciarem casos de violência e abuso infantojuvenil.

Para isso, elas desenvolveram, em sala de aula, alguns animais integrantes do Cordão dos Bichos. A partir desse trabalho, as crianças interagiram na história, a qual teve como personagem principal uma raposa. Rita contou que, após a apresentação, as crianças se identificaram com a esperteza do animal, desejando serem iguais a ele.

Ela afirmou que o trabalho, desenvolvido em conjunto entre direção da escola, professores, pais e alunos, trouxe reflexos positivos na educação das crianças. “Com os trabalhos de conscientização, as nossas crianças entenderam que há partes do corpo delas que jamais podem ser tocadas por alguém. E foi justamente essa a nossa intenção”, ressaltou.

Conforme a diretora, os trabalhos relacionados ao tema começaram na unidade escolar com atividades pedagógicas e rodas de conversa com as famílias de alunos, que concordaram com o propósito da ação.

“E foi através dessas conversas que partiu a necessidade de ensinar nossas crianças a se protegerem por elas mesmas e a saberem o que podem ou não aceitar”, salientou.

Na quarta-feira, 22, o projeto foi finalizado na Biblioteca Municipal “Brigadeiro Jordão”, com o lançamento da música “Respeito é Bom” e a apresentação do Cordão dos Bichos Mirim.

Rita afirmou que o projeto seguirá no decorrer deste ano, em razão da importância dos resultados obtidos. “Acho muito importante divulgar esse trabalho, para que outras famílias tomem conhecimento sobre o que é realizado com as nossas crianças e, desta forma, possam proteger as suas”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui